Acessar
Alterar Senha
Cadastro Novo

Candidato ao Senado, Beto Faro quer criar hospitais regionais e fortalecer SUS

O petista também defendeu, durante entrevista, valorização de servidores da saúde

Elisa Vaz

Uma das ações mais necessárias no Pará na área da saúde é a descentralização do atendimento médico no Estado, criando hospitais regionais para tratar quem mora fora da Região Metropolitana e grandes cidades. É o que diz Beto Faro, candidato ao Senado pelo PT nas eleições deste ano, entrevistado pelo Grupo Liberal na tarde desta sexta-feira (23). 

"Hoje há um esforço grande em ampliar os hospitais regionais, trabalhar a média complexidade, mas precisa chegar em regiões que ainda não têm. Por exemplo, no Vale do Acará não tem hospital regional, tem que trazer a Belém, e às vezes as pessoas morrem no trajeto. Vou ajudar o Helder a trazer recursos para ampliar isso", garante.

VEJA MAIS

‘Não imaginava. Era um deputado inexpressivo’, diz Beto Faro sobre eleição de Bolsonaro em 2018
Candidato ao Senado pelo Pará está confiante no retorno de Lula ao Executivo Federal: “povo não gostou essa experiência (atual governo)”

Beto Faro defende respeito às decisões do STF
O candidato afirma que, mesmo não concordando com o órgão todas as vezes, o respeito às deciões judiciais é necessário

‘Tem que ter fiscalização maior sobre concessionária’, diz Beto Faro sobre tarifa de energia
Para ele, também é necessário fortalecer as agências de fiscalização, fazer uma busca ativa dos consumidores com direito à tarifa social e garantir compensação para estados produtores

Na opinião do candidato, o Ophir Loyola, por exemplo, que fica em Belém, fica sobrecarregado com a quantidade de pacientes. Por isso ele defende a criação de espaços em algumas cidades do Pará - mesmo que não tenham grande capacidade, serviriam para começar o tratamento. "A saúde tem que ter investimento", pontua.

Ele também defende que os profissionais da saúde devem ser valorizados, inclusive com o pagamento do piso dos enfermeiros. "Não acho correto suspender o piso dos enfermeiros, a diferença no orçamento é de 2%. Só tirar parte do dinheiro das emendas secretas da saúde banca esse piso para os servidores. Acho que tem que tirar tudo do orçamento secreto, mas não precisa ser tudo para bancar".

Beto Faro defende retomada do programa Minha Casa, Minha Vida: ‘Isso tem que ser rápido’
Para ele, além dos resultados na área de habitação, retorno do programa vai ajudar na rápida geração de emprego

'Quero ser a ponte entre o governador Helder e o presidente Lula', afirma Beto Faro em entrevista
Candidato à reeleição no Senado, ele acredita que uma parceria vai fortalecer a economia paraense

O petista ainda falou sobre a necessidade de fortalecer o Sistema Único de Saúde (SUS) - para ele, a necessidade do serviço ficou provada durante a pandemia da covid-19. "Até quem tinha plano teve que ser atendido no SUS porque hospitais particulares não tinham vaga. Então é dinheiro, gerenciamento, valorização dos servidores. Posso garantir que essa próxima etapa do [governo] Helder vai ter mais espaço e mais equipamento. E vou estar lá em Brasília buscando dia e noite recursos e indo atrás do ministro da saúde", garantiu Faro.

Reveja a entrevista na íntegra:

Política
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

RELACIONADAS EM POLÍTICA

MAIS LIDAS EM POLÍTICA