Três homens morrem após confronto com a polícia em Belém e Ananindeua

Dois rapazes atiraram contra os policiais e foram baleados no Guamá. A outra vítima reagiu à abordagem no Aurá, em Ananindeua. Todos morreram em unidades de saúde

Redação Integrada

Dois jovens morreram após trocarem tiros com a polícia na tarde desta quinta-feira (25), no bairro do Guamá, em Belém. Identificados apenas pelos apelidos "Xibé" e "Bibi", eles chegaram a ser socorridos para a unidade de saúde, mas não resistiram aos ferimentos. Segundo informações preliminares, a dupla reagiu à abordagem e atirou contra a guarnição. No Aurá, em Ananindeua, um homem também morreu em confronto com policiais. 

O primeiro fato ocorreu por volta das 17h30 na passagem Fé em Deus, entre as passagens Napoleão e São José, no Guamá. Policiais do 20° Batalhão da PM receberam informações de que dois homens, conhecidos como "Xibé" e "BiBi" e, um terceiro, identificado como Gustavo Martins de Lima, de apelido "Cara de Águia", estavam se organizando, naquele endereço, para uma emboscada a viaturas da Polícia Militar.

 As equipes policiais iniciaram diligências na área e, quando chegaram ao local indicado, foram recebidas com disparos de arma de fogo. Na troca de tiros,"Xibé" e "'Bibi" foram atingidos. Já o terceiro envolvido, "Cara de Águia", conseguiu fugir do cerco policial.

Com a dupla, foi apreendido um revólver calibre 32 e uma arma de fabricação caseira, de calibre 38, além de munições, 30 papelotes de maconha, cerca de 200 gramas de maconha prensada e aparelhos celulares. Os homens foram encaminhados para a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) da Terra Firme, onde morreram. O registro do fato foi feito na Seccional Urbana da Cremação. 

Já por volta das 20h30, no bairro do Aurá, em Ananindeua, outro homem foi morto em confronto com a polícia. De acordo com autoridades, ele também teria reagido a uma abordagem policial, desta vez no conjunto Pouso dos Aracangas. O homem, ainda não identificado, foi socorrido e levado para a UPA da Cidade Nova, mas não resistiu. O caso foi registrado na Seccional Urbana da Cidade Nova. 

Polícia
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!