logo jornal amazonia

Quadrilha é presa por estelionato e fraude contra idosos em agências bancárias de Breves, no Marajó

Quatro pessoas foram presas na quarta-feira (21). Dois suspeitos haviam sido presos autuados em flagrante no último domingo (18) e no dia 28 de novembro

O Liberal
fonte

Quatro pessoas, de nomes não revelados, foram presas na quarta-feira (21) pela Polícia Civil do Pará (PCPA), durante a segunda fase da operação “Stellios” no município de Breves, no Marajó. As investigações da PCPA apontaram que os suspeitos cometiam estelionatos e furtos mediante a fraude contra idosos em agências bancárias da cidade. 

Veja mais 

image Falso pastor é preso por apropriação indébita, estelionato e falsidade ideológica em Altamira
Segundo a polícia, Edmilson da Silva Frazão usava sempre a mesma tática para cometer os crimes

image Homem é preso suspeito de financiar carros em nome de terceiros na Grande Belém
A polícia descobriu também que um dos veículos adquiridos de forma criminosa por Lucas já havia sido revendido

image Homem é morto a tiros dentro de casa próximo ao presídio de Breves, no Marajó
A vítima, Adriano Câmera da Silva, foi alvejada por, pelo menos, 11 tiros



As equipes policiais cumpriram mandados de prisão preventiva e de busca e apreensão em desfavor dos investigados. A operação contou ainda com o auxílio do Núcleo de Apoio à Investigação (NAI) e das Delegacias Especializada no Atendimento à Mulher e à Criança e ao Adolescente de Breves (Deam/Deaca).

De acordo com a PCPA, dois suspeitos haviam sido autuados em flagrante no último domingo (18) e em 25 de novembro. As autoridades não informaram se o motivo da primeira prisão deles tem relação com a segunda fase da operação Stellios.  

A quadrilha detida foi encaminhada à unidade policial para o cumprimento dos procedimentos cabíveis. Eles permanecem à disposição da Justiça. 

A redação integrada de O Liberal solicitou um posicionamento da PCPA para saber se operação continua ou se mais pessoas possam estar envolvidas no crime. A reportagem aguarda retorno. 

 

Polícia
.
Ícone cancelar

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

RELACIONADAS EM POLÍCIA

MAIS LIDAS EM POLÍCIA