Acessar
Alterar Senha
Cadastro Novo

PRF suspeita que incêndio em carreta com cigarros foi proposital para esconder contrabando

A carreta tombou na noite de sábado no km 977 da BR 163, no município de Santarém

Ândria Almeida

Após uma carreta carregada de cigarros tombar e pegar fogo  no km 977 da BR 163, no município de Santarém, no sábado (11), a Polícia Rodoviária Federal (PRF) constatou que havia várias caixas de cigarros escondidas entre a carga de papelão, a qual seria possivelmente destinada à reciclagem e estaria camuflando a carga de cigarros contrabandeados. A PRF suspeita que o incêndio do veículo foi intencional para esconder o produto transportado de forma ilegal. A Polícia Rodoviária apreendeu  29 mil maços de cigarros que não foram consumidos pelo fogo.

Diante dos fatos, a PRF acredita que a carga lícita de papelão constante na nota fiscal foi utilizada para encobrir a carga contrabandeada de cigarros oriundos da China. O condutor do veículo evadiu-se do local logo após o acidente e ainda não foi identificado.

VEJA MAIS

Combate ao contrabando cresce no Pará; roupas, óculos de sol e cigarros lideram lista
Só em 2021, valores apreendidos no território paraense passaram de 32 milhões

PF apreende 430 caixas de cigarros ilegais em porto de Belém
Cigarros vinham do Suriname. Tripulação da embarcação foi presa e investigação segue para rastrear a origem dos produtos.

Pará: Polícia Federal apreendeu R$ 35 milhões em mercadorias contrabandeadas em 2020
Instituições fazendária de Brasília enxergam o Pará como fornecedor de produtos contrabandeados para região Sudeste, afirma delegado

Criminosos recorrem à criptografia para ofertar serviços ilícitos e contrabando online
Sites e aplicativos de mensagens instantâneas, como o Telegram, chamam a atenção da criminalidade que aproveitam opções de privacidade oferecida pelas ferramentas

Na ocasião do acidente na noite de sábado, o Corpo de Bombeiros foi acionado para apagar o incêndio da carga que durou aproximadamente 13 horas.

Segundo informações da PRF, os 29 mil maços de cigarros contrabandeados, equivalentes a aproximadamente 20% da carga total, foram apreendidos e entregues à Receita Federal e a ocorrência apresentada à Policial Federal para procedimentos cabíveis.

A PRF estima que, se a carga não tivesse pegado fogo, haveria aproximadamente 810 caixas de cigarro, sendo que cada caixa contendo 50 pacotes, cada pacote com 10 maços, e cada maço com 20 cigarros.

Palavras-chave

Polícia
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

RELACIONADAS EM POLÍCIA

MAIS LIDAS EM POLÍCIA