Acessar
Alterar Senha
Cadastro Novo

Policial da reserva é assassinado no bairro do Telégrafo

Militar foi morto por homens que chegaram em um carro branco

O Liberal

O sargento da reserva José Antônio Brito Souza, da Polícia Militar do Pará, foi assassinado a tiros na noite desta quarta-feira (17), na passagem Mirtes, no bairro do Telégrafo, em Belém. 

. SOMENTE A VERDADE apresenta São José e os Libertos: a história de Ninja

O militar de 60 anos jogava dominó na casa de um vizinho, quando quatro criminosos chegaram em um carro branco, modelo Prisma, e efetuaram, pelo menos, vinte disparos de arma de fogo. Brito morreu na hora, sem chances de defesa.

Sem levar nada da vítima, os suspeitos deixaram o local do crime em alta velocidade, tomando rumo desconhecido. A fuga foi registrada dos altos da casa de um morador da passagem Mirtes. Nas imagens de celular, é possível ouvir os gritos desesperados da filha do sargento ao ver que o pai havia acabado de ser morto.

VEJA MAIS:

Policial militar da reserva é baleado no Curuçambá; suspeito é preso horas depois O caso teria começado com uma briga, e o PM teria sido atingido por tiros que não eram direcionados a ele, segundo contou o suspeito detido

Homem é morto pela própria namorada em Santarém Suspeita do crime possivelmente usou a arma do pai, um policial militar da reserva, para praticar o crime

Logo após o crime, o 1º Batalhão de Polícia Militar (1º BPM), sob o comando da tenente-coronel Simone, foi acionado para isolar o local e coletar as primeiras informações sobre a execução. O caso será investigado pela Polícia Civil, através da Divisão de Homicídio de Agentes Públicos.

“O sargento estava nessa residência ao lado da casa, onde funciona jogo do bicho, baralho... Ele estava junto com um amigo quando o carro chegou e efetuou os disparos”, relatou a tenente-coronel Lindiany Baia, da PM.

Veja o momento:

O Centro de Perícias Científicas Renato Chaves analisou a cena do homicídio e removeu o cadáver do militar para o Instituto Médico Legal. Segundo o perito criminal Nazareno Melo, dos quatro criminosos, três desceram do veículo, armados com pistolas, e surpreenderam o sargento.

Força-tarefa prende três envolvidos na morte de policial federal, baleado em assalto no sudeste paraense Elizeu Mendes Brandão, Edson Domingos Passos Campos e Elson Santos Albuquerque foram presos em cidades distintas

“Todos três armados, com armas de grosso calibre, ponto 40 e 380. Eu acho que eles descarregaram todas as armas. Nós coletamos muito material para a perícia. O cidadão estava muito baleado. Ele tinha aproximadamente vinte lesões pelo corpo. A maioria foi nas costas, porque ele tentou correr”, concluiu o perito.

PM da reserva que atuava como vigilante é baleado em frente a escola no Reduto, em Belém Tiros ocorreram no fim desta manhã, confirmou o colégio. PM confirmou que policial da reserva foi atendido

Moradores da área reforçaram terem ouvido muitos disparos de arma de fogo. “Eram armas muito potentes. A minha casa é lá no início da rua. E, de lá, eu escutei os tiros. Parecia que estavam batendo em um pedaço de zinco”, contou uma moradora, que não quis se identificar.

O sargento da reserva Brito Souza, de 60 anos, jogava dominó com um vizinho quando os criminosos chegaram (Reprodução Whatsapp)

O carro branco utilizado pelos quatro criminosos tem placa de Belém e teria sido roubado de um taxista no último dia 31 de outubro. O veículo vinha sendo utilizado para a prática de assaltos no bairro do Icuí, em Ananindeua.

Palavras-chave

Polícia
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

RELACIONADAS EM POLÍCIA

MAIS LIDAS EM POLÍCIA