Acessar
Alterar Senha
Cadastro Novo

PF e Ibama encontram área garimpo ilegal em unidade de conservação de Altamira

Conforme apontou a investigação, a extração de ouro era feita em 67 hectares da Unidade de Conservação, que pertence a União

O Liberal

Uma área supostamente utilizada como garimpo ilegal foi flagrada dentro da Unidade de Conservação de Desenvolvimento Sustentável Riozinho do Anfrísio em Altamira, no sudeste do Pará. O local foi encontrado na segunda-feira (19) durante a Operação Guardiões do Bioma realizada pela Polícia Federal, em conjunto com o Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (IBAMA). Não há informações se alguém foi preso. A ação contou com a participação de seis agentes do Ibama e da PF e o apoio de dois helicópteros. 

Conforme apurou a PF, a extração de ouro era feita em 67 hectares da Unidade de Conservação, que pertence a União. Imagens de satélites constataram o aumento da atividade garimpeira. Equipes da polícia e do Ibama realizaram incursões no local e inutilizaram uma escavadeira hidráulica e três motores estacionários, para que não pudessem ser reutilizados na prática do crime ambiental. Um tapete de garimpo também foi detido para perícia. 

VEJA MAIS

'A partir de primeiro de janeiro, não vai mais ter garimpo ilegal na Amazônia', promete Lula
O candidato à Presidência disse, durante discurso em Belém, que se for eleito, irá incentivar a pesquisa e a ciência na Amazônia para garantir mais produção, sem aumento de queimadas na região

PF desmobiliza garimpo ilegal que poluía rios de Parauapebas, no Pará
14 mandados de busca e apreensão foram cumpridos e maquinários foram apreendidos e inutilizados

Quatro homens foram presos em flagrante por prática de garimpo ilegal
Detidos foram encaminhados ao sistema penal estadual em Vitória do Xingu. Pena pode chegar a 10 anos

A Unidade de Conservação Riozinho do Anfrísio fica localizada na terra do meio e integra um importante mosaico na proteção ambiental da Amazônia, segundo detalhou a PF.

Prática do garimpo ilegal é crime

A Lei nº 9.605/98 criminaliza a conduta do garimpo ilegal e determina que “executar pesquisa, lavra ou extração de recursos minerais sem a competente autorização, permissão, concessão ou licença, ou em desacordo com a obtida com pena de detenção de seis meses a um ano, e multa”.

Brasileiros são executados em garimpo ilegal na fronteira da Venezuela; veja a identificação
Corpos dos quatro garimpeiros brasileiros e de um venezuelano foram retirados do local por um helicóptero

No Pará, 30,4% da área de garimpo não tinha título de exploração, em 2020
Dado é de pesquisa premiada que mostra que mais da metade da área de garimpo no Brasil é ilegal

PF investiga garimpo clandestino em terra indígena no sudoeste do Pará
Até o momento, ninguém foi preso, apenas alguns celulares foram apreendidos dos alvos das buscas

A PF diz que, caso seja explorado um patrimônio nacional sem a devida concessão, configura o crime estabelecido na Lei n° 8.176/91, que define os crimes contra ordem econômica em seu artigo 2⁰, que diz que "constitui crime contra o patrimônio, na modalidade de usurpação, produzir bens ou explorar matéria-prima pertencentes à União, sem autorização legal ou em desacordo com as obrigações impostas pelo título autorizativo" com pena de detenção de um a cinco anos e multa, e incorre na mesma pena aquele que, sem autorização legal, adquirir, transportar, industrializar, tiver consigo, consumir ou comercializar produtos ou matéria-prima.

Polícia
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

RELACIONADAS EM POLÍCIA

MAIS LIDAS EM POLÍCIA