Acessar
Alterar Senha
Cadastro Novo

REPÓRTER 70

Por Grupo Liberal

Mais tradicional coluna do jornalismo paraense. Aborda temas do cotidiano com atenção especial à economia e aos bastidores da política do Pará e do Brasil. | Twitter: @reporter_70

'A partir de primeiro de janeiro, não vai mais ter garimpo ilegal na Amazônia', promete Lula

O candidato à Presidência disse, durante discurso em Belém, que se for eleito, irá incentivar a pesquisa e a ciência na Amazônia para garantir mais produção, sem aumento de queimadas na região

Repórter 70

Benefício para o devoto
Hoje, das 14h às 19h, será feita a entrega das gratuidades para as arquibancadas montadas para o Círio de Nazaré.

Bom para o consumidor
O preço do litro da farinha de mandioca fina caiu em pontos de vendas de Belém. Saiu de R$ 10 para R$ 8.

 

Luís Inácio 'Lula' da Silva (J. Bosco)

 

"A partir de primeiro de janeiro, não vai mais ter garimpo ilegal na Amazônia e em terra indígena.”

Foi o que afirmou, ontem à noite, o candidato do PT à Presidência da República, Luiz Inácio Lula da Silva, ao discursar em Belém. Ele disse que, se for eleito, irá incentivar a pesquisa e a ciência na Amazônia para garantir mais produção, sem aumento de queimadas na região.

LULA

Agenda

Foi intensa a agenda de campanha do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, candidato do PT à Presidência da República, em Belém. Começou no Theatro da Paz e se encerrou no bairro do Guamá, com comício para milhares de pessoas. À tarde, Lula recebeu os apoiadores no hotel onde está hospedado e, com energia, esbanjou simpatia por horas. Sempre sorridente, ele posou para fotos. O evento no Theatro da Paz reuniu a classe artística e a apresentação de propostas para o setor.

Entrosamento

Uma imagem vale mais que mil palavras, como diz o ditado popular. No primeiro dia de Lula em Belém, o senador Paulo Rocha (PT-PA) ficou o tempo todo ao lado de Beto Faro, candidato da legenda ao Senado pelo Pará. Sorridentes, os dois conversavam de maneira amistosa. Com isso, demonstraram que não há rusgas entre os dois e que o PT está unido em torno da candidatura de Beto Faro, ao contrário do que se especulava nos últimos meses.

Reconhecimento

O trabalho de Paulo Rocha foi mencionado por diversas vezes durante os pronunciamentos. Um deles foi o da cineasta paraense Jorane Castro, que mencionou a qualidade dos equipamentos do curso de Cinema e Audiovisual da Universidade Federal do Pará (UFPA), que foram adquiridos através de emenda parlamentar apresentada pelo petista. A cineasta foi a escolhida para fazer a leitura da “Carta dos Artistas” com propostas para o plano de governo de Lula.

Bastidores

Quem também conquistou o público foi Janja, a esposa de Lula. Elogiada pela simpatia e cordialidade, ela atendeu a todos os pedidos de foto. No Theatro da Paz, ela empolgou o público ao vestir uma saia florida para dançar carimbó no palco. Ao lado da cantora Keila Gentil, uma das apresentadoras do evento, Janja arriscou até a dançar o “treme”.

Segundo dia

Lula terá ainda hoje novos compromissos na capital paraense. Às 9h, ele vai se encontrar com representantes dos povos tradicionais. Em seguida, o candidato do PT viajará para o Estado do Maranhão para continuar a campanha eleitoral pela Amazônia Legal, que começou por Manaus (AM).

Tebet

A candidata do MDB à Presidência da República, Simone Tebet, chegará hoje a Belém, onde fará caminhada pelo Ver-o-Peso ao lado de Helder Barbalho. Às 12h, ela vai almoçar com líderes empresariais, no hotel “Princesa Louçã”. Após o almoço, Tebet embarcará para o município de Santarém, no oeste paraense, onde fará outra caminhada.

Entrevistas

Por falar em presidenciáveis, foi realizado, ontem, o teste de transmissão da série “Propostas para a Amazônia”, com rodada de entrevistas com os candidatos à Presidência da República. O Grupo Liberal conduzirá as entrevistas, transmitidas simultaneamente por oito grupos de imprensa, um de cada Estado da Amazônia Legal. As entrevistas começarão nesta segunda-feira, 5, Dia da Amazônia, e serão sempre das 12h30 às 13h30.

União

O chamado “Pool da Amazônia” é formado, além de O LIBERAL, pelo Grupo Mirante, do Maranhão; “A Crítica”, do Amazonas; “Diário da Amazônia”, de Rondônia; “Gazeta do Cerrado”, de Tocantins; Grupo Gazeta, do Mato Grosso; “Roraima em Tempo”, de Roraima; “Gazeta do Acre”, do Acre; e Sistema Diário do Amapá, do Amapá. Além dos sites e jornais impressos, os grupos que possuem rádio também irão veicular ao vivo as entrevistas.

Propostas

A ordem das entrevistas foi definida por sorteio, com presença de representantes dos candidatos. Felipe d’Avila (Novo) será o primeiro entrevistado. Na terça-feira, 6, será a vez de Ciro Gomes (PDT). Não será feita entrevista na quarta-feira, por conta do feriado de Sete de Setembro. Lula é o entrevistado do dia 8 e a semana vai encerrar com Soraya Thronicke (União Brasil). Na semana seguinte, dia 12, é a vez de Jair Bolsonaro (PL). Na terça-feira, 13, será Pablo Marçal. E, na quarta-feira, a série se encerrará com Simone Tebet (MDB).

Em Poucas Linhas

► O presidente da Ordem dos Advogados do Brasil no Pará, Eduardo Imbiriba, inaugurou a Sala de Prerrogativas “Ubirajara Bentes de Souza Filho”. Localizado na sede da OAB, em Belém, o espaço está climatizado e equipado com novas mesas, cadeiras, armários, computadores e impressoras (digitalização e cópia) para proporcionar melhor atendimento à advocacia paraense.

► A tecnologia 5G começará a funcionar nesta segunda-feira, 5, em mais três capitais brasileiras: Fortaleza (CE), Natal (RN) e Recife (PE). Já contam com a tecnologia Brasília (DF), Belo Horizonte (MG), Curitiba (PR), Florianópolis (SC), Goiânia (GO), João Pessoa (PB), Palmas (TO), Porto Alegre (RS), Rio de Janeiro (RJ), Salvador (BA), São Paulo (SP) e Vitória (ES). Mais nova geração da internet móvel, a tecnologia 5G oferece velocidade média de 1 Gigabit (Gbps), dez vezes superior ao sinal 4G. A Amazônia, mais uma vez, ficou para depois. Belém (PA) e Manaus (AM), como O LIBERAL já noticiou, tiveram os prazos prorrogados em mais 60 dias. Segundo a Agência Nacional de Telecomunicações, a demora ocorre por “dificuldades técnicas e logísticas”. A nova previsão é para o final de outubro.

► O deputado federal Joaquim Passarinho (PL-PA) foi um dos palestrantes do debate promovido pelo Instituto Unidos pelo Brasil, em São Paulo, sobre a desoneração da folha de pagamento. O evento contou também com a palestra do ministro da Economia, Paulo Guedes, e reuniu cerca de 600 empresários e representantes de trabalhadores, incluindo centrais sindicais. Quase sempre em lados opostos, os grupos convergem na defesa de maior geração de empregos e redução da alta carga tributária.

Palavras-chave

Repórter 70
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!