Acessar
Alterar Senha
Cadastro Novo

Pedreiro morre ao cair do terceiro andar de uma casa no bairro do Atalaia, em Ananindeua

Familiares tentaram socorrer a vítima que não resistiu aos ferimentos e morreu a 500 metros do local

O Liberal

Um homem identificado como Ademir de Oliveira dos Santos, de 36 anos, morreu ao cair de uma altura de aproximadamente seis metros enquanto trabalhava em uma casa localizada na passagem Curuçá, esquina com a alameda São Paulo, bairro Atalaia, em Ananindeua. Ele realizava serviços de pedreiro no terceiro andar do imóvel. A vítima chegou a ser socorrida por familiares, mas teve o óbito constatado a 500 metros do local do acidente. 

O irmão de Ademir, que preferiu não se identificar, acompanhava o pedreiro no momento em que o acidente ocorreu. Ele contou à equipe de reportagem que, por volta de 11h15, a vítima alisava o piso do terceiro andar com uma régua de alumínio, quando a ferramenta encostou na fiação de transmissão de energia e a vítima caiu. O ajudante ainda revelou que foi possível ver faíscas saindo da fiação.

VEJA MAIS

Ciclista idoso é esmagado por carreta na rodovia BR-222
A vítima trafegava em uma bicicleta pela margem da rodovia quando a carreta teria encostado no idoso, fazendo o homem cair e ser atropelado em seguida.

Acidente envolvendo carro e caminhão-tanque mata casal e bebê; criança estava fora da cadeirinha
Para o Corpo de Bombeiros, há a hipótese de ultrapassagem proibida por parte do condutor do veículo de passeio, mas testemunhas acreditam que o motorista do carro possa ter dormido ao volante

"Foi tudo muito rápido, quando ele caiu eu desci correndo e quando cheguei aqui embaixo ele já estava desacordado, com muito sangue saindo pelo nariz. Eu tentei falar com ele, mas ele não respondia, foi quando comecei a pedir ajuda", detalhou. 

Parentes de Ademir solicitaram atendimento do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU), mas diante da demora para a chegada da ambulância, decidiram deslocar o corpo da vítima por conta própria, com ajuda de um lençol, até a Unidade de Pronto Atendimento (UPA). A 500 metros do local do acidente, a ambulância chegou e os paramédicos constaram a morte do pedreiro. 

Portão de escola municipal cai e deixa estudante ferida no bairro do Tenoné, em Belém; vídeo
Nas imagens é possível ver a jovem sendo socorrida e levada do local em uma maca do Corpo de Bombeiros Militar do Pará

"A gente ligou muito pedindo por socorro que foi chegar 40 minutos depois, por isso que levamos ele. Depois também chegou uma ambulância dos bombeiros, que nos orientaram, mas ele já estava morto", contou uma prima da vítima, que também preferiu não se identificar. 

O corpo foi colocado embaixo de uma marquise enquanto aguardava remoção para o Instituto Médico Legal (IML). A Polícia Militar foi acionada e isolou a área. Equipes da Polícia Científica do Pará (PCP) estiveram no local para a análise e remoção do cadáver. A causa da morte só será divulgada após exames de necropsia. 

Polícia
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

RELACIONADAS EM POLÍCIA

MAIS LIDAS EM POLÍCIA