Acessar
Alterar Senha
Cadastro Novo

Pai oferece recompensa de R$ 2 mil para ter informação da filha desaparecida em Marabá

Ademar Mendes gravou um vídeo, onde apela à população e às autoridades para que não parem de procurar a menina. No registro, ele também oferece uma recompensa em dinheiro que pode ter valor dobrado

Fabyo Cruz

As buscas por Isabela Amaral, de 10 anos, desaparecida em Marabá, no sudeste do Pará, chegaram ao 12º dia nesta segunda-feira (23). Como forma de incentivar a procura da filha, Ademar Mendes gravou um vídeo, onde apela à população e às autoridades para que não parem de procurar a menina. Ele também ofereceu uma recompensa de R$ 2 mil, que pode ter valor dobrado, a quem der qualquer informação sobre o paradeiro da criança

“Venho fazer um apelo para vocês, não vamos parar as buscas pela Isabela, por favor. eu peço a todos que nos ajude, que se empenhem, principalmente a população. Quero agradecer a todos, a polícia e os bombeiros, o grupo de voluntários que têm trabalhado incansavelmente dia e noite. Eu já estou cansado também, estou desde o dia 11 procurando, já tomei até medicação. Meu físico e psicológico não estão como eu queria. Então quero fazer esse apelo fortemente que não parem as buscas", disse o pai de Isabela 

VEJA MAIS

[[(standard.Article) Disque Denúncia oferece R$ 2 mil por informações sobre menina desaparecida em Marabá]]

Polícia usa cavalos e cães farejadores para intensificar buscas de menina desaparecida em Marabá
As buscas, que já contaram com o apoio de voluntários, passaram a ganhar o reforço de cavalos e cães farejadores.

Em Marabá, Polícia Civil e voluntários buscam menina desaparecida desde a morte da mãe
O delegado Vinícius Cardoso informou no início da tarde deste sábado (14) que ainda não há pistas do que aconteceu com a menina

Relembre o caso

Tudo começou na manhã da última quarta-feira (11), quando o corpo de Gleiciane Amaral, mãe da menina desaparecida, foi encontrado, já em estado de decomposição, dentro de sua residência na Folha 16, Nova Marabá, onde morava com o companheiro e a filha. Colegas de trabalho de Eliezer – que é técnico eleitoral – foram procurar por ele em sua casa, uma vez que ele já estava há muitos dias sem ir ao trabalho. Ao entrarem no local, os colegas de Eliezer identificaram o cadáver de Gleiciane e acionaram as autoridades.

VEJA MAIS

Em Marabá, Polícia Civil e voluntários buscam menina desaparecida desde a morte da mãe
O delegado Vinícius Cardoso informou no início da tarde deste sábado (14) que ainda não há pistas do que aconteceu com a menina

'Filha de Gleiciane não foi encontrada sem vida', afirma delegado sobre feminicídio em Marabá
Policial desmente boatos de que a criança teria sido encontrada em estado de decomposição próximo de sua própria casa

Corpo de mulher é encontrado em decomposição, em Nova Marabá
Marido da vítima desaparecido há 20 dias é suspeito de assassinato

De acordo com o cabo Marlyson, policial militar que atendeu a ocorrência, relataram que uma marreta foi encontrada na cena do crime. Apenas depois das investigações feitas pelo Instituto Médico Legal (IML) e pela Polícia Civil é que será possível determinar mais detalhes do que teria acontecido no local. A investigação aponta para um caso de feminicídio

Eliezer Amaral estava desaparecido há cerca de 20 dias. Por volta das 13 horas, o corpo dele foi encontrado debaixo de uma carreta. O veículo e o cadáver estavam na rotatória do Km 6 (Nova Marabá). O homem era lotado no Fórum Eleitoral de Marabá.

Para ajudar a encontrar a menina

Quem tiver alguma informação sobre a localização de Isabela Lima Mendes Amaral, pode entrar em contato com o Disque Denúncia Sudeste do Pará via canais de atendimento: Telefone (94) 3312-3350; WhatsApp (94) 98198-3350; (94) 3312-335

Polícia
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

RELACIONADAS EM POLÍCIA

MAIS LIDAS EM POLÍCIA