logo jornal amazonia

Operação 'Fechando o Cerco': PM cumpre mandados de prisão e recaptura foragidos no Pará

A ação ocorrerá simultaneamente em todos os 144 municípios paraenses e busca intensificar o policiamento ostensivo durante o final de semana

O Liberal
fonte

A Polícia Militar do Estado do Pará (PM) deflagrou a operação “Fechando o Cerco” nesta sexta-feira (25) para cumprir mandados de prisões e recaptura de foragidos da Justiça em todo o Estado. A ação ocorre simultaneamente em todos os 144 municípios paraenses buscando intensificar o policiamento ostensivo durante o final de semana, com base no atendimento de denúncias e no levantamento dos índices criminais. As autoridades não divulgaram dados sobre a quantidade de mandados a serem cumpridos e foragidos procurados pela polícia. 

VEJA MAIS

image Operação Target: quatro foragidos do sistema prisional são capturados em Belém
Ao todo, 200 agentes participaram de todo trabalho que iniciou nas primeiras horas da manhã desta quinta (27)

image Operação policial prende 32 foragidos da Justiça no Pará
Ao todo, 64 mandados de prisão preventiva foram levantados. A operação, denominada 'Cerberus', também ocorreu em outros estados

image Operação "Cerberus”: Polícia Civil prende oito foragidos de Justiça
Eles são acusados de tráfico de drogas, roubo, homicídios e estupro; no Pará, detenções ocorreram em Mãe do Rio, Paragominas, Marituba, Castanhal, Irituia e Tailândia

O lançamento da operação aconteceu na avenida Pedro Álvares Cabral, entre a travessa Dom Romualdo Coelho e a avenida Visconde de Souza Franco. Antes do inicialização do trabalho da PM, o trânsito no local ficou bloqueado por quase uma hora. 

A coordenação da operação foi feita pelo Departamento-Geral de Operações (DGO) - órgão responsável pela supervisão, coordenação, controle e fiscalização das demais entidades da corporação - e contou com a participação do comandante-geral, coronel Dilson Júnior, e o chefe do DGO, coronel Sergio Neves.

Operação também leva em conta movimentação no comércio durante a Black Friday e a chegada do Natal, afirma comandante-geral da PM

Segundo o comandante-geral da PM, operação também tem como foco de atuação dos agentes de segurança  durante a Black Friday - que começou oficialmente nesta sexta-feira (25) e vai até a próxima segunda-feira (28) - e a chegada do Natal. 

“O objetivo é reduzir cada vez mais os índices de criminalidade. Temos alguns objetivos específicos: a recaptura de foragidos, aquele evadidos do Sistema Penal, que foram beneficiados com a saída temporária e que, por ventura, não tenham retornado ao cárcere e também a ação de presença da Polícia Militar nesse momento de compras natalinas, em que parte da população recebeu a primeira parcela do 13º salário. A gente entende que o comércio em todo Estado está agitado. A gente precisa estar presente para evitar furtos e roubos, principalmente no entorno de áreas comerciais e casas bancárias”, disse Dilson. 

Relação do nome da ação com a dinâmica do trabalho policial 

O comandante-geral, Dilson Junior, aproveitou para dizer que o nome da operação tem relação com a dinâmica do trabalho da corporação. “Estamos com tropas montadas, viaturas em quatro e duas rodas, embarcações priorizando ações de barreira nas áreas fronteiriças com Estados vizinhos do Pará, como Amazonas, Tocantins e Mato Grosso, fechando o cerco, como é o próprio nome da operação”, explicou.

Polícia
.
Ícone cancelar

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

RELACIONADAS EM POLÍCIA

MAIS LIDAS EM POLÍCIA