Acessar
Alterar Senha
Cadastro Novo

Naufrágio na ilha de Cotijuba: defesa diz que protocolará proposta de indenização até quarta (14)

Marcos Oliveira, o comandante da embarcação "Dona Lourdes II", agora é considerado foragido. Ele teva a prisão preventiva decretada após não comparecer para prestar esclarecimentos

O Liberal

"A empresa tem total responsabilidade pelos falecimentos e estamos ajuizando hoje [terça] ou no mais tardar amanhã [quarta] uma ação de proposta de indenização para os familiares dos falecidos", disse na tarde desta terça (13) o advogado criminalista Dorivaldo Belém, que atua na defesa do comandante da lancha “Dona Lourdes II”, Marcos de Souza Oliveira, de 34 anos. De acordo com Dorivaldo, o advogado de Meire Ferreira de Souza, mãe de Marcos, irá propor o valor total de R$ 220 mil para dividir entre todas as famílias vítimas do acidente. 

VEJA MAIS

Naufrágio na Ilha de Cotijuba: 'ele se sentiu mal, está traumatizado', justifica defesa
Comandante do Barco 'Dona Lourdes II', que iria se apresentar hoje à polícia, não compareceu e teve sua prisão preventiva decretada

Naufrágio na Ilha de Cotijuba: 'Vamos capturá-lo', afirma delegado-geral sobre piloto da lancha
A Polícia Civil, a pedido da defesa de Marcos de Souza Oliveira, aguardava o depoimento nesta terça. Como ele não compareceu, a PC já não o espera mais.

Naufrágio na Ilha de Cotijuba: delegado-geral confirma que comandante da embarcação está foragido
Marcos deveria ter se apresentado na manhã desta terça-feira (13), na Delegacia-Geral, em Belém, mas não compareceu. A prisão preventiva foi decretada.

Marcos era esperado essa manhã na Delegacia Geral da Polícia Civil, em Belém, para prestar esclarecimentos sobre o que ocorreu na quinta-feira (8), quando a lancha “Dona Lourdes II” afundou, ao transportar pelo menos 82 pessoas - se levando em consideração a lotação máxima embarcação -, após sair de um porto em Cachoeira do Arari, na ilha do Marajó, para Belém. A lancha naufragou com todos os tripulantes e passageiros, no meio da baía do Marajó, em frente à ilha de Cotijuba, na capital paraense. 

Vinte duas mortes confirmadas até esta terça

Até o início da tarde desta terça (13), 22 mortes foram confirmadas após o naufrágio. Ao todo, 66 pessoas foram resgatadas com vida. A lotação declarada da lancha seria de 82 passageiros. Ainda não se sabe ao certo quantos estavam a bordo, mas já há indícios de que estava superlotada.

Naufrágio na Ilha de Cotijuba: 'tive medo de ser linchado', diz comandante da embarcação; vídeo
O advogado criminalista Dorivaldo Belém divulgou um vídeo na tarde de segunda-feira (12), onde Marcos de Sousa Oliveira, o comandante da embarcação "Dona Lourdes II" fala sobre o naufrágio

Naufrágio na ilha de Cotijuba: investigação agora segue em sigilo, diz Polícia Civil
Questionada sobre a suposta falta de convocação da polícia para que comandante da lancha prestasse depoimento (alegação da defesa), Segup confirma o sigilo do processo

Naufrágio na ilha de Cotijuba: Tipificação de homicídio doloso é para compensar a dor, diz defesa
O advogado Dorivaldo Belém disse, ainda, que o comandante da embarcação "Dona Lourdes II" lutou pela própria vida

Marcos de Souza Oliveira, o comandante da embarcação "Dona Lourdes II", agora é, oficialmente, considerado foragido. A informação foi confirmada também no início desta tarde pelo delegado-geral da Polícia Civil (PC), Walter Resende, em entrevista coletiva realizada desta terça-feira (13). Até então, a Secretaria de Estado de Segurança Pública e Defesa Social (Segup) não o tratava nessa condição. Agora a prisão preventiva dele foi decretada.

Até agora, o ano de 2022 já soma 24 naufrágios no Pará

Polícia
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

RELACIONADAS EM POLÍCIA

MAIS LIDAS EM POLÍCIA