logo jornal amazonia

Mulher de 49 anos é encontrada morta sem roupas em praia de Outeiro

O caso está sendo investigado pela Polícia Civil (PC)

O Liberal

O corpo de Silvane Sena dos Santos foi encontrado na nesta terça-feira (4) na orla da Praia Grande, em Outeiro, distrito de Belém. Ela tinha 49 anos e supostamente seria moradora de Outeiro, em uma casa que fica na Rua da Piçarreira. Não se sabe o que pode ter ocasionado a morte da vítima. O caso está sendo investigado pela Polícia Civil (PC), por meio da Divisão de Homicídios (DH) de Icoaraci. 

VEJA MAIS

Naufrágio na Ilha de Cotijuba: família de criança desaparecida vem a Belém para reconhecer corpo
Sofia Loren, de 4 anos, é a última pessoa da lista de reclamados. Na última segunda-feira, 3, as buscas chegaram ao 26º dia

Corpo de jovem desaparecido boia em São Sebastião da Boa Vista
Não há informações sobre a embarcação que ele conduzia

Homem morre em bar e corpo fica no chão por horas após donos acharem que ele dormia
A vítima bebia com frequência no local e já estava habituada a ‘desmaiar’ por embriaguez no chão do estabelecimento

O 26º Batalhão da Polícia Militar (26º BPM) informou que uma equipe chegou ao local, por volta de 10h, e encontrou a mulher morta.  A Polícia Científica do Pará (PCP) foi acionada para remover o corpo ao Instituto Médico Legal (IML), onde exames necroscópicos devem ajudar a identificar a causa da morte da mulher. 

Vídeos compartilhados nas redes sociais mostram a mulher de bruços na areia da praia, em meio às pedras. Nas imagens, é possível analisar que a vítima está sem roupas. No entanto, a polícia não disse se a vítima foi localizada nua.

Em nota, a PC informou que testemunhas estão sendo ouvidas e que o caso está em investigação. "A Polícia Civil informa que o caso é investigado pela Delegacia de Homicídios de Icoaraci. A vítima foi identificada como Silvane Sena dos Santos. Perícias foram requisitadas, testemunhas estão sendo ouvidas e diligências estão sendo realizadas para coletar mais informações e identificar a autoria do crime. Informações que auxiliem nas investigações podem ser repassadas via Disque-Denúncia, número 181. O sigilo é garantido", diz o comunicado. 

A Polícia Militar também foi procurada pela redação integrada de O Liberal sobre mais detalhes do caso. A reportagem aguarda retorno. 

Ajude a polícia nas investigações

Quaisquer informações que possam ajudar na solução do caso podem ser encaminhadas ao Disque Denúncia (181). A ligação é gratuita e pode ser feita de qualquer telefone. Também é possível mandar fotos, vídeos, áudios e localização para a atendente virtual Iara, pelo WhatsApp (91) 98115-9181. Em ambos os casos, não é necessário se identificar.

Polícia
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

RELACIONADAS EM POLÍCIA

MAIS LIDAS EM POLÍCIA