logo jornal amazonia

Moradores do bairro Maracangalha encontram corpo em decomposição às margens do canal Água Cristal

A vítima, que não foi identificada, apresentava um ferimento na cabeça e tinha uma tatuagem no antebraço esquerdo escrito "tupinambá"

O Liberal
fonte

Moradores do bairro Maracangalha encontraram um corpo do sexo masculino, não identificado, em estado de decomposição e com uma perfuração na cabeça na tarde desta terça-feira (15) a cerca de 100 metros de distância do final da travessa Fluminense, às margens do canal Água Cristal, em Belém. A vítima estava com as mãos e os pés amarrados. A Polícia Civil (PC), que esteve no local investigando o caso por meio da Divisão de Homicídios (DH), disse que o homem teria entre 25 e 30 anos,  tinha uma tatuagem no antebraço esquerdo escrito “tupinambá”.  Apesar das informações, a polícia não conseguiu entender as dinâmicas do crime.

VEJA MAIS

image Segurança é baleado em assalto no Bengui; criminosos usavam roupas de gari
Uma pessoa foi feita refém pelo trio de assaltantes que invadiu um estabelecimento que comercializa ovos e frangos. O carro da empresa foi roubado

image Homem suspeito de abusar sexualmente de criança morre em confronto com a PM em Parauapebas
O suposto abuso teria sido filmado, mas as autoridades não souberam informar quando o caso ocorreu

image Carro de tenente da Marinha é alvejado a tiros por ex-marido de sua namorada em Santarém
Ex-marido foi preso e conduzido à delegacia de Polícia Civil, onde foi autuado por tentativa de homicídio

Lei do silêncio e a localização do corpo

A Polícia Militar (PM) chegou ao local por volta de 17h. Nas proximidades, os militares ainda tentaram conversar com os locais sobre o homicídio, mas ninguém quis falar nada. A área onde o corpo foi achado era de mata e próximo existe uma região onde jovens costumam brincar. Os moradores não souberam dizer se a vítima era conhecida na região.

O medo e o alívio de uma família 

Um casal chegou à cena do crime, por volta de 18h40, desconfiando que o corpo seria de um homem de 50 anos. Ele está desaparecido desde o dia 29 de outubro deste ano. A sobrinha do homem sumido, suspeitavam que o corpo encontrado no canal Água Cristal fosse dele. A resposta veio uns 20 minutos depois. 

O corpo foi removido pela PCP ao Instituto Médico Legal (IML) e a família questionou a polícia sobre detalhes a cerca do crime. Ao saberem que se tratava de uma pessoa jovem, a sobrinha do homem ficou aliviada de saber que não era o tio. No entanto, a preocupação não diminuiu, por conta de o familiar ainda estar desaparecido. 

Ferimento na cabeça do corpo encontrado

Apesar da existência do ferimento, a polícia não conseguiu determinar o que teria sido a origem da lesão. Exames necroscópicos devem ser realizados para identificar a causa da morte e levantar mais detalhes que possam elucidar o caso. 

Equipes da PCP foram acionadas para remover o corpo ao Instituto Médico Legal (IML). Exames necroscópicos devem realizados para identificar a causa da morte. 

Ajude a polícia com mais informações 

Quaisquer informações que possam ajudar na solução do caso podem ser encaminhadas ao Disque-Denúncia (181). A ligação é gratuita e pode ser feita de qualquer telefone. Também é possível mandar fotos, vídeos, áudios e localização para a atendente virtual Iara, pelo WhatsApp (91) 98115-9181. Em ambos os casos, não é necessário se identificar.

Polícia
.
Ícone cancelar

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

RELACIONADAS EM POLÍCIA

MAIS LIDAS EM POLÍCIA