Acessar
Alterar Senha
Cadastro Novo

Menino de 10 anos morre após tiro acidental na Cidade Nova, em Ananindeua

Familiares encontraram criança sem vida após barulho dentro do quarto. Vítima pegou a pistola do pai.

Redação Integrada

Um menino de 10 anos morreu após ser atingido por um tiro acidental na Cidade Nova 5, em Ananindeua. O caso ocorreu na manhã desta quinta-feira (20) e chocou moradores da vizinhança, na WE 28. Luiz Fernando Alves e Silva estava dentro de um dos quartos da casa e foi encontrado por um familiar, já sem vida. Ele foi atingido na cabeça e não resistiu aos ferimentos.

O acidente ocorreu por volta das 8h. Uma equipe do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU) foi acionada e chegou ao local por volta de 8h30, mas a criança já havia morrido.

Segundo informações da Polícia Civil, a criança pegou a arma do pai, um contador que já foi sargento do Exército Brasileiro, para brincar e acabou disparando a arma sem querer contra a própria cabeça. O armamento, uma pistola modelo Taurus, estava trancado dentro de um gaveta e os filhos do casal eram aconselhados a não mexer no local.

O menino estava assistindo a uma aula online, mas aproveitou a saída da mãe para entrar no quarto onde estava a arma. Apenas o irmão da criança, um adolescente de 15 anos, estava na residência quando o disparo ocorreu. Segundo Socorro Barbosa, amiga da família, o menino era a alegre e muito curioso e "roubava a cena por onde passava". 

A área foi isolada pela Polícia Militar até a chegada de agentes da Polícia Civil. Uma equipe do Centro de Perícias Científicas Renato Chaves (CPCRC) e do Instituto Médico Legal (IML) estiveram no local e removeram o corpo do menino.

Polícia
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

RELACIONADAS EM POLÍCIA

MAIS LIDAS EM POLÍCIA