Acessar
Alterar Senha
Cadastro Novo

Mais de 2 mil presos do Pará serão liberados para saída temporária da Páscoa

A Secretaria de Administração Penitenciária informou que, entre outros quesitos que favorecem a concessão do benefício está o bom comportamento

O Liberal

A Secretaria de Estado de Administração Penitenciária (Seap) informou, nesta terça-feira (12), que cerca de 2.500 internos receberam da Justiça a concessão da saída temporária referente à Semana Santa. A autorização é concedida aos presos que cumprem pena em regime semiaberto, seguindo alguns requisitos, como bom comportamento.

VEJA MAIS

Foragido do sistema penitenciário é recapturado em Mosqueiro Acusado era procurado após não retornar de saída temporária no final de dezembro

Homem que estava foragido da Justiça é recapturado, em Itaituba Geraldo Pereira dos Santos Júnior foi beneficiado com a saída temporária de final de ano, porém não retornou para cumprir a pena

As saídas temporárias estão previstas nos artigos 122 a 125 da Lei de Execuções Penais (nº 7.210/1984). As autorizações são subdivididas em permissão de saída e saída temporária, ambas previstas na LEP, que consistem em situações legais em que o apenado, a partir do preenchimento de requisitos processuais, é autorizado pelo juiz da Execução Penal (artigo 66, inciso IV) a deixar o estabelecimento onde cumpre pena.

Corpo de suposto presidiário em saída temporária é encontrado em Santarém O homem foi achado de bruços, com um ferimento nas costas, dentro de terreno privado

Esse direito é garantido ao preso somente nos casos em que o mesmo já tenha cumprido o mínimo de 1/6 (um sexto) da pena, se for réu primário, e 1/4 (um quarto), se reincidente, e ainda por comportamento adequado. Nesse último caso, a avaliação é subjetiva, de responsabilidade do diretor da unidade prisional

Polícia
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

RELACIONADAS EM POLÍCIA

MAIS LIDAS EM POLÍCIA