Homem é morto pelo filho com golpes de foice em Baião ao apartar briga

Vítima teria tentado impedir uma briga entre seus dois filhos

Caio Oliveira

Ronaldo Nunes Borges, de 28 anos, matou o próprio pai, Raimundo Borges, de 60 anos, com golpes de foice em uma tragédia familiar que chocou os moradores de Baião, município às margens do Rio Tocantins, na noite deste domingo (01). Após cometer o crime bárbaro, o homem fugiu para Tucuruí, município vizinho, onde foi preso no dia seguinte.

Segundo a Polícia Civil, o caso foi na vila de Anilzinho, uma localidade na zona rural e às margens da Rodovia Transcametá, bastante afastada do centro de Baião. Segundo as testemunhas, tudo começou com uma briga entre Ronaldo e seu irmão, por volta das 21h, após Ronaldo consumir bebida alcoólica e partir para a agressão do outro homem no sítio da família.

Ao perceber a gravidade da situação, o pai deles decidiu intervir, mas foi golpeado pelo próprio filho com uma foice. Ele foi gravemente ferido na região do tórax e abdômen, várias vezes, com cortes profundos. Ainda de acordo com a delegacia do município, uma ambulância foi chamada, mas nada puderam fazer para socorrer o homem, que morreu no local. Testemunhas contaram que após o crime, o assassino  apenas gritou "eu matei meu pai" e, ainda sujo de sangue, pegou um ônibus em direção a Tucuruí.

As informações sobre o crime só chegaram à Polícia Militar e Civil na manhã desta segunda (02), e as buscas por Ronaldo, principal suspeito pelo patricídio, seguiram em toda região, com o delegado local acionando as autoridades das redondezas para estarem atentas à presença do homem. Por volta de meio-dia, uma guarnição do 13º Batalhão de Polícia Militar de Tucuruí foi informada de quem um homem com as características de Ronaldo havia sido visto no centro da cidade, próximo à praça Jarbas Passarinho, e seguiu para lá. 

Quando abordado, Ronaldo estava com um criança, sentado na calçada. Ele não ofereceu resistência, e apenas disse que uma pessoa havia lhe acusado de ter matado seu pai, mas que ele não se lembrava de como cometeu o crime. Os PMs deram voz de prisão ao patricida e ele foi levado até a 15ª Seccional Urbana de Tucuruí, onde foi autuado por homicídio doloso. 

Polícia
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

MAIS LIDAS EM POLÍCIA