Acessar
Alterar Senha
Cadastro Novo

Homem é morto com tiro na cabeça durante a madrugada em Abaetetuba

O caso foi registrado na rua Siqueira Mendes com a travessa Padre Pimentel, no bairro do Algodoal, em Abaetetuba, no nordeste paraense

O Liberal

​​Um homem identificado como Marco Antônio Bitencourt, de 31 anos, foi assassinado a tiros, na madrugada desta terça-feira (26), na esquina da rua Siqueira Mendes com a travessa Padre Pimentel, no bairro do Algodoal, em Abaetetuba, no nordeste paraense.

VEJA MAIS

Adolescente encontrada morta em Marabá foi assassinada com tiro na cabeça, diz Polícia Civil
Vítima estava desaparecida desde o dia 20 de março. O corpo dela foi encontrado em avançado estado de decomposição

Adolescente de 15 anos que sofreu tiro em motel reage bem, diz família
Ela não está mais intubada, fez uma traqueostomia e apresenta melhoras no quadro geral

A Polícia Militar ​apenas informou que o homem foi atingido por disparo​s​ de arma de fogo na cabeça e morreu na hora. A Polícia Científica do Pará (PCP) foi ​acionada ​para analisar e remover o corpo do homem ao Instituto Médico Legal (IML).

​​A dinâmica do crime ainda não foi esclarecida. Segundo a guarnição que atendeu a ocorrência, no local do homicídio, ninguém quis comentar o caso, o que dificulta o trabalho investigativo. Imagens de câmeras de segurança das proximidades de onde o crime ocorreu devem ajudar a polícia a identificar e localizar o autor da violência.

Por m​​eio de nota, a Polícia Civil informou que o caso foi registrado na delegacia de Abaetetuba. “Diligências estão sendo realizadas para coletar informações sobre o caso e identificar os envolvidos. Informações que ajudem nas investigações podem ser repassadas via Disque denúncia, número 181. O sigilo é garantido”, pediu a Polícia Civil.

Polícia
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

RELACIONADAS EM POLÍCIA

MAIS LIDAS EM POLÍCIA