logo jornal amazonia

Homem é morto com cinco facadas em Santarém; suspeito de cometer o crime é o sobrinho da vítima

Polícia segue com investigações para localizar o criminoso

O Liberal

Esmael Rodrigues de Lima foi morto a facadas na noite de domingo (16) no bairro Espírito Santo, em Santarém, região oeste do Pará. O suspeito de cometer o crime foi apontado como o próprio sobrinho da vítima que o teria atacado com cinco golpes de arma branca. A vítima e o suspeito estariam ingerindo bebidas alcoólicas quando tiveram um desentendimento, que não teve motivação informada. Até esta segunda-feira, 13h01, a polícia tenta localizar o autor do crime.

VEJA MAIS

Procurado por roubo e suspeito de tráfico de drogas são presos pela PRF
Um dos homens presos era procurado por roubo, enquanto o outro pela prisão de um caminhoneiro em posse de uma arma de fogo

Mulher morre depois de ser esfaqueada no coração; principal suspeito é o ex-marido
A vítima ainda tentou fugir pedindo ajuda, mas não resistiu aos ferimentos

Polícia prende suspeito de matar homem a facadas em bar de Santarém
De acordo com clientes do estabelecimento onde ocorreu o crime, a vítima teria se negado a pagar um balde de cerveja antes de ser morto

O Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) chegou a ser acionado pelo caso, mas assim que chegou no local constatou a morte de Esmael. 

O corpo foi removido pela Polícia Científica do Pará (PCP) que também realizou investigações forenses. 

Em nota, a Polícia Civil do Parpa (PC) diz que o caso é investigado por meio da Delegacia de Homicídios do município de Santarém. Um inquérito policial foi instaurado para apurar o crime de homicídio ocorrido na noite do último domingo (16), na Travessa Espírito Santo, em Santarém. Diligências estão sendo feitas para levantar informações sobre a motivação e localizar o autor do crime".

 

 

Polícia
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

RELACIONADAS EM POLÍCIA

MAIS LIDAS EM POLÍCIA