logo jornal amazonia

Homem agride companheira dentro de quarto e acaba morto pela PM em Breu Branco

O suspeito estava armado com uma faca, com a qual chegou a ferir um policial, mas acabou sendo morto com um tiro

O Liberal
fonte

Um homem foi morto pela polícia ao tentar matar a própria companheira, uma mulher de 32 anos, na cidade de Breu Branco, região sudeste do Pará, na noite de domingo (22). O suspeito resistiu à ordem de prisão e enfrentou os agentes do 36º Pelotão de Polícia Militar. Edivaldo Cruz, como foi identificado, estava armado com uma faca, com a qual chegou a ferir um policial, mas acabou sendo morto com um tiro. As informações são do Correio de Carajás.

Segundo informações da PM, duas mulheres pediram ajuda aos policiais, por volta de 23h. Elas informaram que Edivaldo Cruz estava transtornado e armado com uma faca e tentava matar a mulher de 32 anos.

VEJA MAIS

image Padrasto é atropelado e esmagado pela enteada após agredir a mãe da jovem; vídeo
O homem ficou inconsciente após o segundo choque e permanece internado no hospital

image Daniel Alves preso: vítima afirma ter sido estapeada e estuprada em banheiro trancado por jogador
Segundo informações do jornal El Periodíco, o exame realizado pela jovem aponta que existem lesões características de uma relação forçada; a vítima, de 23 anos, foi levada até um banheiro, e, ao tentar sair, o jogador teria lhe impedido, trancando a porta

image Polícia afirma que humorista agredido foi vítima de lesão corporal e não de tentativa de assalto
Gustavo Mendes declarou ter sido agredido por um homem durante uma tentativa de assalto, mas, delegado do caso afirma que o humorista teria discutido com o agressor momentos antes

A guarnição chegou ao endereço e encontrou a porta do quarto onde o casal estava fechada. Teve início, então, uma negociação para convencer Edivaldo a liberar a mulher e se entregar. A vítima pedia implorava por ajuda, segundo a polícia. Edivaldo abriu a porta do quarto, resistiu à voz de prisão e entrou em luta corporal com um dos policiais, que ficou ferido na mão.

Diante da situação, um dos colegas efetuou dois tiros: um de alerta, no entanto, Edivaldo continuou com as agressões, e o segundo que atingiu o suspeito. O homem não resistiu ao ferimento e morreu ao ser socorrido para a Unidade de Pronto Atendimento (UPA). O corpo dele foi encaminhado ao Instituto Médico Legal (IML) de Tucuruí. O policial lesionado recebeu atendimento médico e passa bem.

Conforme a polícia, Edivaldo era reincidente nesse tipo de crime. Em 2019, ele foi preso por tentativa de feminicídio. A Polícia Civil abriu um inquérito para investigar a morte do suspeito.

Polícia
.
Ícone cancelar

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

RELACIONADAS EM POLÍCIA

MAIS LIDAS EM POLÍCIA