logo jornal amazonia

Dois homens são encontrados mortos em área garimpeira de Itaituba

O suspeito do crime foi preso

O Liberal

​Dois homens foram encontrados mortos na manhã de segunda-feira (23), na comunidade do Crepurizinho, região garimpeira do município de Itaituba, sudoeste do Pará. As vítimas foram identificadas como Valdivino Oliveira Sousa, conhecido por “Russo”, e Mikael Lisboa de Araújo, conhecido por “Loirinho”. O suspeito do crime foi localizado e preso. As informações são dos sites Debate Carajás e Plantão 24h News.

Uma guarnição da Polícia Militar foi acionada por moradores às 7h30. Ao serem informados sobre o caso, os militares foram até o local indicado e constataram a veracidade da ocorrência.

VEJA MAIS 

image Após discussão, pai mata filho de 17 anos com facada no coração
O pai estava sob efeito de drogas quando apunhalou o filho no sofá de casa

image Quatro crianças são encontradas mortas com marcas de facada e asfixia; pai é o suspeito
As quatro crianças são filhas do suspeito com a mesma mãe, uma mulher de 24 anos, que tem uma medida protetiva contra o ex-parceiro

image Ex-policial condenado a 80 anos de prisão pela morte dos irmãos Novelino morre nesta terça (3)
Sebastião Cardias Alves estava internado desde do dia 15 de dezembro do ano passado para investigar a suspeita de um câncer no pulmão. A causa da morte não foi revelada

Segundo a polícia, uma barra de ferro que teria sido usada para a execução do crime foi encontrada com manchas de sangue. Os policiais isolaram a área e acionaram as polícias Civil (PC) e Científica do Pará (PCP). Os corpos foram removidos e encaminhados ao Instituto Médico Legal (IML).

Informações anônimas repassadas à polícia apontam que um homem, identificado apenas pelo prenome Gabriel, era o responsável pelo​​ crime. A guarnição fez rondas no intuito de encontrar o suspeito. Os militares abordaram o indivíduo em um bar e, ao ser questionado, ele confessou ter cometido o assassinato. Gabriel foi preso, em flagrante, e conduzido até a 19° Seccional de Polícia Civil.

De acordo com Gabriel, “Russo” o ameaçou de morte e estaria forçando-o a vender drogas para ele. O suspeito também disse que, na noite do crime, ele estaria consumindo entorpecentes com “Russo” e “Loirinho”.

Polícia
.
Ícone cancelar

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

RELACIONADAS EM POLÍCIA

MAIS LIDAS EM POLÍCIA