Acessar
Alterar Senha
Cadastro Novo

Corpos de caçadores que estavam desaparecidos serão enterrados neste domingo (1º)

Cosmo Ribeiro de Sousa, José Luís da Silva Teixeira e Wilian Santos Câmara foram encontrados mortos, neste sábado (30), numa área de mata da reserva indígena Parakanã, localizada a 30 km de Novo Repartimento, no sudeste do Pará

O Liberal

Serão enterrados ainda neste domingo (1º) os corpos dos três caçadores encontrados mortos numa área de mata da reserva indígena Parakanã, localizada a 30 km de Novo Repartimento, no sudeste do Pará. Segundo o advogado das famílias dos homens, Cândido Júnior, até por volta do meio-dia, os corpos seguiam no Instituto Médico Legal de Marabá (IML), onde é realizado o exame de necropsia. A Polícia Federal segue investigando o caso, na tentativa de identificar a autoria dos assassinatos.

VEJA MAIS

Corpos encontrados em terra indígena no Pará chegam ao IML de Marabá para identificação
Os peritos tentam identificar se os cadáveres encontrados são dos caçadores desapareceram na localidade no domingo passado, 24, e apontar as causas da morte

Corpos localizados neste sábado (30) são de caçadores que sumiram em terra indígena
Os três homens estavam desaparecidos desde o dia 24 de abril, quando adentraram no território Parakanã

Manifestantes mantêm interdição na Transamazônia após desaparecimento de caçadores
A Polícia Rodoviária Federal (PRF) está no local e tem garantido liberações parciais da rodovia

Assim que forem liberados, os corpos serão levados para a Câmara Municipal de Novo Repartimento, onde ocorrerá o velório. Em seguida, serão realizados os enterros​,​ no cemitério público da cidade, confirmou o advogado Cândido Júnior.

Uma manifestação pedindo justiça para o caso está sendo organizada e deverá ocorrer às 17h deste​​ domingo pelas ruas do município de Novo Repartimento. O movimento, porém, não está sendo organizado pelos familiares dos caçadores, esclareceu o advogado.

Desaparecidos por quase uma semana

Cosmo Ribeiro de Sousa, José Luís da Silva Teixeira e Wilian Santos Câmara estavam desaparecidos desde a tarde do último domingo (24), quando saíram para caçar, juntos, na reserva indígena Parakanã e não retornaram. Em forma de protesto, familiares e amigos dos homens interditaram a rodovia federal BR-230, mais conhecida como Transamazônica, para cobrar agilidade nas buscas.

Os corpos dos três homens foram localizados neste sábado (30), durante uma força-tarefa de órgãos de segurança, que incluiu a Fundação Nacional do Índio (Funai) e a Polícia Federal.

Polícia
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

RELACIONADAS EM POLÍCIA

MAIS LIDAS EM POLÍCIA