logo jornal amazonia

Corpo de paraense que morreu em Canoa Quebrada é velado em Belém nesta quinta-feira (13)

Familiares confirmaram que corpo chegou na noite de quarta, 12, e deve ser enterrado ainda hoje em cemitério particular na Grande Belém

O Liberal

O corpo do paraense Sérgio Murilo Lima de Santana, de 39 anos, que morreu após cair de uma tirolesa que se rompeu em Canoa Quebrada, no Ceará, é velado nesta quinta-feira, 13, em Belém. O corpo chegou na noite de quarta-feira, 12. Ele será sepultado ainda no fim desta manhã.

De acordo com informações de um familiar de Sérgio, que preferiu não se identificar, ele está sendo velado ao longo da manhã em um clube, mesmo local onde o tio dele, o empresário Elias Rodrigues Santana, também foi velado no início do ano.

VEJA MAIS

Prefeitura interdita todas as tirolesas em Aracati após morte de turista paraense em Canoa Quebrada
Todos os equipamentos do município devem passar por avaliação técnica. Sérgio Murilo Lima de Santana, de 39 anos, caiu de uma tirolesa instalada em uma das dunas da região

Paraense que morreu em Canoa Quebrada tinha sido baleado em restaurante na Marambaia
Em maio deste ano, Sérgio Murilo Lima de Santana foi baleado de raspão na cabeça e nas mãos durante troca de tiros entre policiais federais e assaltantes em um estabelecimento de Belém

Paraense que morreu em tirolesa no Ceará fez vídeos pouco antes do acidente; vídeo
Nas imagens é possível observar a altura da atração. Sergio Murilo Lima de Santana, de 39 anos, morreu após o cabo se romper a 30 metros do chão

Ségio e o tio foram duas das pessoas feridas após uma troca de tiros entre policiais federais e assaltantes, em maio deste ano, em um restaurante localizado no bairro da Marambaia, em Belém. Eles almoçavam no local quando tudo aconteceu. À época, Sérgio foi atingido com tiros de raspão na cabeça e nas mãos.

O familiar do rapaz afirmou que o corpo chegou a Belém por volta das 23h30 de quarta-feira, 12, e será sepultado em um cemitério particular no município de Marituba, Região Metropolitana de Belém.

Sérgio tinha 39 anos e era natural de Belém. Ele morreu na última segunda-feira, 10, após a viga de sustentação de uma tirolesa romper no momento da descida. A atração, hoje interditada, funcionava na praia de Canoa Quebrada, no município de Aracati, litoral do Ceará. Sérgio ainda foi socorrido e levado para uma Unidade de Pronto Atendimento (UPA) da região, mas chegou ao local sem vida.

Suspeitos de assalto e tráfico de drogas morrem em confronto com a polícia em Altamira
Trio planejava assalto a banco em Medicilândia, mas plano foi frustrado por intervenção policial após denúncia. Todos tinham passagem pela polícia e faziam parte de grupo criminoso que atua no Pará e Maranhão

'Paca Podre': suspeito de assaltos e violência contra a mulher morre após apontar arma para PM
Cidnei da Conceição Dias do Espírito Santo, conhecido como Paca Podre, morreu após intervenção policial na quarta-feira, 12, em Oeiras do Pará. Segundo moradores, ele era considerado perigoso

Professor é preso suspeito de estuprar aluno em escola de Castanhal
A própria vítima denunciou o caso à polícia

O caso é investigado pela Polícia Civil do Ceará (PC-CE), por meio da Delegacia Regional de Aracati. Segundo a Perícia Forense do Estado do Ceará (Pefoce), equipes já realizaram a perícia no local do acidente para auxiliar nas investigações sobre as causas e circunstâncias da morte de Sérgio. “Ao término de todos os levantamentos periciais necessários, o laudo será encaminhado para a PC-CE”, adiantou o órgão.

Polícia
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

RELACIONADAS EM POLÍCIA

MAIS LIDAS EM POLÍCIA