Acessar
Alterar Senha
Cadastro Novo

Ciclista tenta desviar de buraco e morre atropelado por motocicleta na Mário Covas

Pedro da Silva Castro, de 64 anos, estava de bicicleta quando foi atingido por um motociclista

O Liberal

O pedreiro Pedro da Silva Castro, de 64 anos, estava de bicicleta quando foi atingido por uma motocicleta e morreu atropelado por volta das 18h30, desta quarta-feira-feira (11), no bairro do Coqueiro, em Ananindeua, município da Região Metropolitana de Belém.

Chovia na hora do acidente, e transeuntes informaram à Polícia Militar, que Pedro tentou desviar de um buraco na pista e acabou atingido por uma motocicleta, que seguia logo atrás dele, no sentido da avenida Augusto Montenegro à avenida Independência. O atropelamento fatal ocorreu próximo ao conjunto residencial Satélite.

VEJA MAIS

Acidente na Mário Covas deixa motociclista ferido neste sábado (07/05) e gera engarrafamento
Colisão foi causada por uma manobra irregular de um motorista, que acabou afetando um segundo veículo. Trecho exige paciência de motoristas, pois só foi liberado 30 minutos após o acidente.

Caminhão que transportava madeira tomba na rodovia Mário Covas
De acordo com moradores da área ouvidos pela reportagem, não houve registro de feridos. A situação provocou um moderado congestionamento no perímetro que segue para a avenida Augusto Montenegro

O 2º Tenente Barata, do 24º Batalhão da Polícia Militar, informou que o motociclista atropelador, de prenome Marcelo, justificou que não teve tempo de desviar de Pedro, que, de repente, puxou a bicicleta para o meio da avenida Mário Covas.

"O motociclista também caiu e tinha escoriações nos braços e no rosto. Uma guarnição acompanhou ele até o Hospital Adventista de Belém, na avenida Almirante Barroso, para onde ele pediu para ser levado. Do hospital, ele será conduzido pelos policiais à Delegacia da Marambaia, que deve tomar as medidas legais cabíveis" afirmou o 2º Tenente Barata.

Buracos causam acidentes na Mário Covas, principal via entre Belém e Ananindeua; veja
Secretaria de Estado de Transportes disse que iniciou os trabalhos de tapa-buraco na terça-feira (26)

Motociclista é atropelado por micro-ônibus e esmagado por carreta na rodovia Mário Covas
O micro-ônibus teria desviado de um buraco, quando atingiu fatalmente Carlos Gomes Pereira, de 42 anos

Vítima voltava do trabalho

O corpo de Pedro ficou estirado à direita da avenida Mário Covas sob forte chuva. Por vezes, tinha-se a impressão que água que acumulava na pista iria cobrir as pernas da vítima, coberta com um lençol. Familiares dele não demoraram a chegar, pois a família mora no bairro do Coqueiro, próximo do local. A companheira e um dos quatro filhos dele, Joelison Castro, de 37 anos, aguardaram em silêncio a chegada do serviço de perícia e remoção do Instituto Médico Legal.

"Ele tinha a casa dele e eu a minha, eu cheguei em casa agora e a vizinha foi logo me dando a notícia. Ele faria 65 anos dia 6 de junho, acho que era 65 sim, estou nervoso, não consigo lembrar direito, meu pai", disse o filho de Pedro, Joelison, de 37 anos, que trabalha como vendedor em uma loja. Ele não chorava, mas estava visivelmente abalado.

Uma mulher e um homem ficam feridos em acidente na Mário Covas; vídeo
Acidente envolveu um carro de passeio, do tipo CRV, e uma motocicleta. É o terceiro em seis dias.

Mulher morre atropelada em acidente entre ônibus e moto em Ananindeua
Vítima estava sem capacete na hora do acidente, que aconteceu na avenida Mário Covas, próximo à avenida Três Corações

Buracos, falta de ciclofaixa, retorno e semáforos 

"Todo santo dia tem acidente aqui. Todo, sem exagero. A Mário Covas não tem retorno, não tem uma ciclofaixa para os ciclistas. Não tem um radar para os caras baixar a velocidade, os caras passam aí pisando em cima. O que tem muito aqui é blitz para aplicar multa", afirmou José Maria, dono de uma padaria um pouco mais à frente do local do acidente.

Enquanto José Maria falava, os carros passavam, de fato, em certa velocidade, na pista ao lado, a do sentido contrário ao do acidente com Pedro Castro. Já na via em que tudo aconteceu, o trânsito ficou arrastado por causa da interdição do trecho em razão do corpo no asfalto, o que também motivou aglomeração de curiosos ainda estivesse chovendo forte.

Alguns motoristas e pedestres que passavam pelo local também reclamavam da constância de acidentes na avenida. Todos se queixavam da falta de ciclofaixa, e sobretudo das péssimas condições da pista, com excesso de buracos.

Polícia
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

RELACIONADAS EM POLÍCIA

MAIS LIDAS EM POLÍCIA