logo jornal amazonia

Afogamentos em Mosqueiro: corpos das três vítimas já foram sepultados

“Eles eram os melhores amigos”, disse, neste sábado (7), irmã de Caio, uma das vítimas

O Liberal
fonte

Os corpos das três vítimas de afogamento na ilha de Mosqueiro foram sepultados na última sexta-feira (6). Luíza Barbosa Belcolt Gaia, de 19 anos, Lauro Júnior Siqueira Damião, de 42 anos, e Caio Henrique Costa Miranda, de 20 anos, morreram na última quinta-feira (5,) na praia do Paraíso, por volta de 18h30. Aruan Monteiro de Lima, de 19 anos, foi o único sobrevivente.

Das vítimas, apenas Lauro morava em Mosqueiro, distrito de Belém. Os corpos foram liberados pelo Instituto Médico Legal na manhã de sexta-feira. O corpo de Caio foi sepultado na tarde desse mesmo dia, em um cemitério particular de Marituba. Neste sábado (7), a reportagem de O Liberal conversou com a irmã de Caio, Samara Miranda, que falou sobre a tragédia. “Eles eram melhores amigos (o Aruan, o Caio e a Maria) e sentimos muito a falta deles dois. Nada vai preencher esse vazio”, afirmou ela.

VEJA TAMBÉM:

image Três pessoas morrem afogadas durante tentativa de salvar jovem em praia de Mosqueiro
Moradores da área ajudaram no resgate dos corpos. Acidente ocorreu na praia do Paraíso

image Afogamentos em Mosqueiro: prefeitura confirma que sepultamento de uma das vítimas será feito na ilha
Lauro Júnior Siqueira Damião, de 42 anos, morava em Mosqueiro e morreu tentando ajudar os dois jovens que se afogavam

image Afogamentos em Mosqueiro: prefeito de Belém se solidariza com parentes das vítimas
Edmilson Rodirgues usou as redes sociais para expressar pesar pelas vítimas de tentativa de salvamento que se afogaram na última quinta-feira, 5, na Praia do Paraíso, em Mosqueiro

Prefeito de Belém se solidarizou com as famílias das vítimas

De acordo com informações repassadas ao 25º Batalhão de Polícia Militar, que atendeu a ocorrência, as vítimas tomavam banho bem longe da faixa de areia quando Maria Luiza começou a se afogar. Os três homens perceberam e pularam na tentativa de salvá-la. Relatos de testemunhas indicam que Lauro e Aruan foram os primeiros a tentar resgatá-la. Caio entrou em seguida. Ele e Lauro não tiveram sucesso no resgate de Maria Luiza e acabaram morrendo junto com ela

Na manhã de sexta-feira (6), o prefeito de Belém, Edmilson Rodrigues, se manifestou, por meio de suas redes sociais, em solidariedade aos familiares das três vítimas. “Minha solidariedade e pesar às famílias de Maria Luíza Barbosa, Lauro Júnior e Caio Henrique, vítimas de afogamento na praia do Paraíso, em Mosqueiro, na noite de ontem. Que os familiares encontrem força e conforto para superar o sofrimento diante deste trágico acidente”, disse o gestor.

O Corpo de Bombeiros Militar do Pará informou que recebeu reforço de 18 guarda-vidas para atuar até o dia 8 de janeiro nas praias de Mosqueiro. A orientação é para os banhistas se manterem afastados de locais não demarcados, considerando as marés altas, ventos e correntezas fortes nessa época de início do inverno amazônico.

Polícia
.
Ícone cancelar

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

RELACIONADAS EM POLÍCIA

MAIS LIDAS EM POLÍCIA