logo jornal amazonia

Acusado de estuprar vizinha de 11 anos é preso em Ananindeua

De acordo com a Polícia Civil do Pará (PCPA), o caso foi presenciado por testemunhas e confirmado no laudo sexológico

O Liberal
fonte

Um homem – que não teve a identidade divulgada – foi preso preventivamente pela Polícia Civil na última segunda-feira (28) por suspeita de estuprar uma menina de apenas 11 anos em Ananindeua, na Grande Belém. De acordo com informações da Diretoria de Atendimento a Vulneráveis (DAV), que efetuou a prisão por meio da Delegacia Especializada no Atendimento à Criança e ao Adolescente (Deaca), a vítima seria vizinha do suposto abusador. Por se tratar de uma criança, as autoridades policiais não forneceram mais detalhes sobre o caso. 

VEJA MAIS 

image Acusado de estuprar criança durante três anos é preso pela polícia em Castanhal
O homem foi capturado preventivamente pela Polícia Civil (PC) na manhã desta quinta-feira (24)

image Polícia Civil do Pará cumpre mandados judiciais de busca e apreensão no estado do Ceará
Segunda fase da Operação Cyber Care investiga crimes de estupro de vulnerável, aliciamento infantil e armazenamento de conteúdo de abuso sexual infantil, praticados pela internet contra uma vítima paraense

image Criança filma o próprio estupro e tio-avô é preso em flagrante
Crime teria acontecido na residência da vítima, onde o suspeito estava hospedado

De acordo com as investigações da Deaca, o acusado teria se aproximado da vítima por conta do fato de morarem próximos e convidou a menina para ir até a casa dele, onde praticou o abuso. 

O crime teria sido presenciado por testemunhas – que não tiveram a identidade preservada para a segurança da vítima -  e confirmado no laudo sexológico feito assim que o caso chegou ao conhecimento da Deaca. Mediante escuta especializada, a menina contou detalhes sobre o crime. 

Por conta da proximidade com a vítima foi requerida a prisão preventiva do suspeito, que foi encaminhado ao sistema prisional, onde está à disposição da Justiça.

Polícia
.
Ícone cancelar

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

RELACIONADAS EM POLÍCIA

MAIS LIDAS EM POLÍCIA