Acessar
Alterar Senha
Cadastro Novo

População mata três sucuris em Barcarena; vídeo

Secretaria Municipal de Meio Ambiente informou que responsáveis poderão responder por crime ambiental

Daleth Oliveira

Na tarde de quarta-feira (29), três cobras da espécie sucuri foram mortas pela população do bairro Imobiliária, em Barcarena. Os animais teriam saído de um bueiro e os moradores, assustados, resolveram intervir. A Prefeitura Municipal lamentou o ocorrido e orientou que a população acione a Secretaria de Meio Ambiente (Semade) ao se deparar com animais silvestres. O órgão não foi acionado, diz a gestão municipal por meio de nota.

VEJA MAIS

Estudante de biologia critica ribeirinhos que mataram sucuri no Amazonas: 'Crendices populares'
Matheus Reis utilizou o Twitter para tentar explicar que não teria necessitada do animal ser morto, pois seria incapaz de comer um ser humano - como teria sido justificado no áudio do vídeo que viralizou

Sucuri de 6 metros é morta por moradores após aparecer em região alagada; vídeo
Em um registro divulgado nas redes sociais, a sucuri aparece exposta, já abatida, na fachada de uma casa

Grupo salva cachorro da boca de sucuri gigante em Marabá
O cãozinho se recupera e a serpente também teve a integridade mantida para poder ser devolvida a natureza

“A Secretaria de Meio Ambiente de Barcarena (Semade), órgão competente para a proteção da fauna e flora do município, não foi comunicada sobre o aparecimento das sucuris no bairro Imobiliária. Sempre que um animal silvestre adentra no meio urbano, o Corpo de Bombeiros e a Semade devem ser acionados para tomar os procedimentos cabíveis”, diz a nota enviada à reportagem de O Liberal.

A Semade diz ainda que se a população tivesse acionado o órgão ambiental, teria solicitado o apoio do Corpo de Bombeiros para o resgate dos animais e frisou ainda que a cobra não é venenosa, podendo ser autuada por crime ambiental que os maltrate.

“A sucuri não é uma cobra venenosa e deve viver livre em seu habitat natural. A Secretaria de Meio Ambiente de Barcarena lamenta o ocorrido e pede à população que não mate os animais silvestres que são protegidos por lei ambiental. Quem os maltrata, pode responder criminalmente”, continua.

Sucuri é encontrada em árvore da orla de Mosqueiro
Vídeos das redes sociais mostram que o animal foi resgatado por bombeiros na praia do Porto Arthur

Onça-pintada pula no rio para capturar sucuri e cena é flagrada por pescador; vídeo
O momento foi capturado no rio Piquiri, em Mato Grosso; o rapaz conta que foi um privilégio viver um momento, que muitos "gringos" pagam pra presenciar

Sucuri gigante é flagrada comendo capivara em rio de água cristalina; vídeo
A cobra teria ficado cerca de uma hora e meia se alimentando do animal

Por fim, a Semade diz que tentará identificar os responsáveis por esse crime ambiental para a aplicação das medidas punitivas cabíveis. “Matar nunca é uma opção, principalmente se for uma sucuri”, finaliza.

Matar, perseguir, caçar, apanhar, utilizar espécimes da fauna silvestre, nativos ou em rota migratória, sem a devida permissão, licença ou autorização da autoridade competente, ou em desacordo com a obtida, é crime ambiental, diz o artigo 29 da Lei nº 9.605 de 12 de Fevereiro de 1998. A pena pode ser de seis a um ano de detenção e multa.

A reportagem de O Liberal solicitou mais informações ao Corpo de Bombeiros e até a publicação desta matéria, não teve retorno.

Palavras-chave

Pará
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

RELACIONADAS EM PARÁ

MAIS LIDAS EM PARÁ