Acessar
Alterar Senha
Cadastro Novo

Varíola dos macacos: Sespa descarta um caso da doença nesta quinta-feira (18)

Ao todo, o estado possui 4 pacientes com diagnóstico confirmado

O Liberal

Nesta quinta-feira, 18, a Secretaria de Estado de Saúde Pública (Sespa) divulgou que um caso suspeito de varíola dos macacos foi descartado no município de Parauapebas, sudeste do Estado. O município já acumula 7 casos suspeitos descartados. No Pará, 11 casos seguem em investigação e 4 confirmados.

Os casos confirmados de monkeypox no Pará são de pacientes residentes do município de Belém (2), Ananindeua (1) e Santarém (1). Os casos suspeitos, 12 atualmente, seguem em investigação, notificados por: Santarém (4), Ananindeua (2), Belém (5) e São Miguel do Guamá (1).

Os casos suspeitos descartados, até agora, somam 13, ao total: Parauapebas (7), Santarém (2), Paragominas (1), Salinópolis (1), Castanhal (1), Belém (1)

O Sespa enfatiza em nota que “o acompanhamento e monitoramento dos pacientes são feitos pelas secretarias de saúde municipais". E ressalta que os casos confirmados são importados de outros estados e que não há transmissão local”.

LEIA MAIS

Varíola dos Macacos: Sespa confirma casos da doença em Santarém e Ananindeua
Ao todo, o estado possui 4 casos confirmados da doença

Pesquisadores detectam traços do vírus da varíola dos macacos em pacientes sem sintomas
Cientistas ainda não sabem se pessoas sem sinais da doença podem transmiti-la, mas confirmam a necessidade de vacinar o grupo de risco

Varíola dos macacos: primeiro caso de infecção em cachorro é registrado na França
A hipótese é de que o pet tenha contraído a doença de seus donos

Pará
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

RELACIONADAS EM PARÁ

MAIS LIDAS EM PARÁ