Acessar
Alterar Senha
Cadastro Novo

Vai chover 20% acima do normal em Belém em junho, informa Inmet

Na região sul e sudeste do estado, a previsão é de clima seco e pouca quantidade de chuva

Camila Azevedo / Especial para O Liberal

O mês de maio terminou com fortes chuvas em Belém. Os moradores da capital paraense enfrentaram, na última terça-feira (31), um temporal que alagou ruas e causou engarrafamentos. A previsão é de que a situação se estenda ao longo do mês de junho, segundo o Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet), que fala em 20% acima da média na quantidade de precipitações.

O nordeste paraense, região que inclui a capital, deve se preparar para dias ensolarados, com temperaturas altas, chegando à máxima de 34º, e finais de tarde chuvosos, se estendendo até a madrugada, com mínimas que variam de 22º a 24º. A quantidade esperada de chuva é de 246.96mm, quando a média normal para o período ficava em torno de 205.8mm em outros anos. Serão cerca de 20 dias com algum tipo de evento.

VEJA MAIS

Belém foi a segunda capital onde mais choveu no Brasil no mês de abril
A líder no volume de chuvas foi Macapá. Já Rio Branco, São Paulo e Campo Grande tiveram um abril bem seco.

Belém enfrenta tarde de caos com chuva e alagamentos
Trânsito teve pontos de engarrafamentos, nesta terça-feira (31), em avenidas e ruas do Marco, Pedreira e Cremação, entre outros bairros

Lixo nas ruas causa alagamento no centro comercial de Santarém durante chuva
O lixo prejudicou o funcionamento da bomba responsável pela drenagem da água pluvial da via para o Rio Tapajós

As chuvas devem começar a partir de 16h, de acordo com José Raimundo, meteorologista do Inmet, e a tendência é que o fenômeno la niña esteja em andamento. “Podemos adiantar que o mês vai ser bem chuvoso, principalmente na parte da tarde, como ontem, que teve um dia maravilhoso e no final veio a chuva”, afirma José.

Devido à dimensão do Pará, a situação não será igual em todo o estado. Para as regiões sul e sudeste, o clima será seco, com apenas 3 ou 4 dias de chuvas e índices pluviométricos inferiores a 50mm. 

A cidade de Ourém foi uma das mais afetadas pelas fortes chuvas na região nordeste (Marcio Nagano / O Liberal)

Ourém deve ter menos chuvas em junho

O governo entrou com pedido para decretar situação de emergência na cidade, que foi uma das mais atingidas pelos fortes temporais. A medida é para agilizar a assistência às 640 famílias afetadas pelos estragos, que vão desde alagamentos a deslizamentos.

O nível do rio na cidade já está entrando em normalidade e já é possível ver a orla sem enchente. Porém, segundo o prefeito Francisco Roberto Uchôa (PSBD), a reconstrução não será em poucos dias. “A água levou bens, causou rachaduras nas casas. (...) Os danos no município foram enormes”, afirma o prefeito. 

A previsão do Inmet é que as chuvas diminuam gradualmente ao longo do mês de junho na região nordeste, já tendo o cenário mudado em julho. 

Pará
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

RELACIONADAS EM PARÁ

MAIS LIDAS EM PARÁ