Pará tem 137 casos suspeitos do novo coronavírus em análise; 289 foram descartados

Primeira transmissão local no estado foi confirmada nesta quarta-feira (25)

Redação Integrada

O Pará tem 137 casos suspeitos do novo coronavírus em análise, divulgou o governador Helder Barbalho em pronunciamento online na noite desta quarta-feira (25). O chefe do executivo estadual informou que o total de casos descartados no estado já somam 289. 

O governador também confirmou a primeira transmissão local do vírus no estado. Uma mulher de 35 anos, que participou de um congresso no Rio Grande do Sul e fez conexão em São Paulo e Distrito Federal,  o que propiciou o contágio do marido. Ambos os casos foram divulgados na manhã pela Secretaria de Estado de Saúde (Sespa). 

Ao todo, o estado já registrou sete casos confirmados da covid-19. Com os números o estado já é o quarto mais afetado na região norte pelo novo coronavírus.

Helder aproveitou a ocasião para informar que o governo distribuirá 535.700 cestas de alimentos para estudantes da rede estadual de Ensino, em um investimento de R$ 69 milhões do Governo.

Também confirmou que alunos do Fundamental e Médio de escolas em geral (públicas e privadas) terão teleaulas via TV Cultura (programa Todos em casa pela educação) a partir da segunda-feira, às 16h15.

O governador disse que ampliará o atendimento a moradores de rua de Belém nos próximos dias. A partir desta noite, o espaço Mangueirinho abrigará pessoas em situação de risco, em complemento ao que ocorre no Estádio Mangueirão desde o último final de semana

No pronunciamento, o governador do estado também informou que 25 mil pessoas já se inscreveram no programa Fundo Esperança, que disponibiliza R$ 100 milhões para bancar  micro e pequenas empresas, empreendedores individuais e pessoas físicas.

Pará
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

MAIS LIDAS EM PARÁ