Acessar
Alterar Senha
Cadastro Novo

Vacinas da Pfizer só chegarão em Belém na segunda-feira (03)

Desembarque ocorreu esta sexta (30) em Belém. Doses da Pfizer chegam até amanhã às mãos da Sesma: de 30 mil esperadas, só 14 mil são destinadas à capital

Redação integrada de O Liberal

O governo do Pará confirmou na tarde desta sexta-feira (30) o desembarque em Belém de mais 148.750 doses de vacinas enviadas pelo Ministério da Saúde para a ação de imunização contra a covid-19 no Estado. O lote desembarcou no início da tarde no aeroporto da capital. Essa foi a décima-quinta remessa de vacinas contra a covid-19. 

Segundo diz o governo, o novo lote de vacinas é de 145.750 doses da Oxford / Astrazeneca, produzida pela Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz), e também de 3 mil doses da Coronavac / Sinovac, imunizante desenvolvido no Brasil pelo Instituto Butantã.

 

 

"A vacina tá ON, pessoal. Recebemos mais uma remessa de vacinas contra covid-19", disse o governador Helder Barbalho, em postagem em suas redes sociais nesta tarde. 

Belém receberá menos da metade das doses da Pfizer previstas


A redação integrada de O Liberal acompanhou esta tarde também a possível chegada a Belém de lote com as primeiras doses da vacina Pfizer/ BioNTech. A Secretaria Municipal de Saúde de Belém (Sesma), que esperava receber 30 mil doses do imunizante, confirmou esta tarde que a previsão inicial para o número de vacinas a serem entregues não se confirmou. Constatou, nesta sexta (30), que apenas 14 mil vacinas da Pfizer serão repassadas à capital.

O primeiro lote, com um milhão de doses, chegou ao Brasil esta quinta (29). A expectativa é que até sábado as vacinas estejam disponíveis em remessas enviadas a todas as capitais brasileiras.  

Embora tenha sido ventilado que as doses da Pfizer já estão em Belém, tendo desembarcado em voo que pousou esta sexta (30) em Val-de-Cães, ainda não há confirmação oficial do governo do Estado de que o lote esteja sob a guarda da Secretaria de Estado de Saúde do Pará (Sespa).

Esta tarde, porém, houve confirmação de que as doses da Pfizer serão repassadas à Sesma na segunda-feira, disse a Prefeitura de Belém.

A Sesma havia inicialmente também, esta tarde, em conversa com redação integrada de O Liberal, que as doses da Pfizer já haviam desembarcado em Belém, nesta sexta (30). Porém, durante a noite desta mesma sexta-feira, a secretaria de saúde corrigiu a informação, e confirmou que as doses da Pfizer ainda vão desembarcar em Belém, nos próximos dias.

A nova previsão da chegada é para segunda-feira (3). Segundo afirmou ainda a Sesma, a vacinação com essas doses da Pfizer poderá iniciar na quarta-feira (4).

A Sesma também disse à reportagem que já está capacitando funcionários para manusear as vacinas, porque elas vêm com um diluente, e está se preparando para vacinar já na terça-feira (4). Os locais de vacinação devem ser refrigerados para manter a vacina a temperaturas baixíssimas - muito mais baixas que as necessárias para as doses de outros imunizantes, como a Coronavac.

A Sema disse que também vai mudar o programação antes agendada para aplicação das doses da Pfizer, justamente porque esperavam receber pelo menos 30 mil doses, e receberam menos da metade.

A remessa da vacina Pfizer que chegou ontem ao País faz parte de um contrato de 100 milhões de doses adquiridas pelo Ministério da Saúde, cujas entregas deverão ser cumpridas até o segundo semestre de 2021. O Ministério da Saúde já negocia também novas remessas para 2022.

A expectativa é que o governo federal inicie a entrega das doses da Pfizer/ BioNTech aos estados a partir deste sábado (1). Ao longo da semana, mais 650 mil doses do imunizante serão enviadas ao Brasil. Durante maio, 2,5 milhões doses devem ter sido entregues. Até o final de junho, 15 milhões de vacinas Pfizer/BioNTech deverão estar disponíveis no Brasil.

Pará
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

RELACIONADAS EM PARÁ

MAIS LIDAS EM PARÁ