Acessar
Alterar Senha
Cadastro Novo

Marabá perde mais de 9 mil doses de vacina contra covid-19

Mesmo com o apelo da prefeitura para que a população se imunize, a procura pelas vacinas ainda é considerdada baixa

Tay Marquioro

Durante toda essa semana, a Prefeitura de Marabá fez um apelo para que a população procurasse os postos de saúde para completar o esquema vacinal contra a covid-19. No entanto, a procura pelos imunizantes nos postos de vacinação ainda foi tímida e, como resultado, o município teve que descartar 9.332 doses, segundo o Departamento de Imunização da Secretaria Municipal de Saúde. Todas as vacinas são da Pfizer

VEJA MAIS

Com vacinas prestes a vencer, Marabá diminui idade para a 4ª dose contra a covid-19
Pessoas a partir de 30 anos já podem tomar a 4ª dose; postos de saúde ficam abertos até as 22h

Em Santarém, mais de 2 mil doses de vacinas contra a covid-19 são perdidas devido à baixa procura
O município registrou um aumento de 700% do número de casos positivos da doença no mês de julho

Outra medida adotada nos últimos dias foi a redução da idade mínima recomendada para a aplicação da quarta dose, que agora é de 30 anos. Esse era o anúncio que o autônomo Izac Oliveira precisava para atualizar a carteira de vacinação. “Foi a oportunidade que eu tive de vir aqui e completar minha imunização, aproveitando também que a idade para quarta dose caiu. Eu não podia perder”, afirmou. “Se tiver quinta dose, sexta, eu tomo também. E a população tem que se proteger, tanto para evitar esse desperdício quanto para que a gente vença essa pandemia”, concluiu o autônomo.

Em nota, a Secretaria de Estado de Saúde Pública (Sespa) informou que "...as doses são descartadas como lixo biológico pelo próprio município. A partir do momento que a Sespa repassa as doses de imunizantes ao município, é responsabilidade dele montar estratégias para a execução da vacinação da população e evitar perdas de doses. A Sespa ressalta que orientou o município a realizar mutirões de vacinação, reduzir a faixa etária dos grupos para receber as doses disponíveis e fazer remanejamento de doses para outros municípios que tivessem interesse em realizar ações de vacinação".

Confira as doses disponíveis para vacinação em Ananindeua do dia 1º ao 5
Segundo programação divulgada pela Prefeitura Municipal, são convocadas crianças de 3 a 11 anos para primeira dose contra covid-19

Carreta da saúde estaciona em Icoaraci, Mosqueiro e Salinas no final de semana
A unidade móvel oferecerá serviços gratuitos de vacinação e testagem de covid-19 nos dias 30 e 31 de julho

"No último dia 1º de julho, chegaram 21.882 doses descongeladas deste imunizante. Deste total, 12.550 foram aplicadas em 25 dias e as demais tiveram que ser descartadas, conforme nota técnica do Ministério da Saúde", confirmou Fernando Gomes, coordenador do Departamento de Imunização.

A baixa procura da população pelos imunizantes é sentida nos postos de saúde. Na Unidade Básica de Saúde (UBS) Hiroshi Matsuda, por exemplo, o movimento de pacientes era tranquilo na manhã desta sexta-feira (29) e a maior parte dos usuários buscavam por atendimentos de rotina. 

Segundo o gerente da UBS, que atua em uma área que abrange uma população de quase 12 mil pessoas, a falta de informação contribui para a baixa procura pela vacina contra a covid-19. “A população está entendendo que, ao tomar as duas primeiras doses, a imunização está completa. Isso não é verdade, é preciso completar todo o esquema vacinal”, afirma Dilceu Barroso.

Novos estudos reforçam teoria de origem dos primeiros casos de Covid-19
As pesquisas apontam que os primeiros casos estavam ligados ao mercado de animais da cidade chinesa de Wuhan

Na avaliação do gerente, a flexibilização das medidas restritivas também tem dado uma falsa sensação de segurança na população. “A gente observa que a procura das pessoas pela vacina ficou muito mais escassa. Hoje, nós imunizamos cerca de 50, 60 pessoas diariamente. É muito pouco. Porque estamos falando de uma unidade de saúde que funciona durante oito horas por dia, com uma sala de vacinação que tem uma capacidade muito maior de atendimento. No início da vacinação, nós chegamos a realizar 180 aplicações diárias de doses de vacina”, analisa Barroso.

Diante dessa situação, o município de Marabá tem adotado estratégias para ampliar a cobertura vacinal da população. Cinco unidades de saúde espalhadas pela cidade estão funcionando até as 22h, um ponto de vacinação foi aberto no shopping center da cidade e as equipes de Agentes Comunitários de Saúde (ACS) realizam o trabalho de busca ativa. “O ACS vai até a residência, pede para verificar a carteira da vacinação para ver se está atualizada e, não estando, ele já orienta aquele morador a procurar a unidade de saúde”, explica Barroso.

Palavras-chave

Pará
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

RELACIONADAS EM PARÁ

MAIS LIDAS EM PARÁ