Acessar
Alterar Senha
Cadastro Novo

Gripei e agora? Saiba o que pode e o que não pode na hora de receber a 2ª dose anticovid

Especialista explica quais são as restrições para a vacinação de reforço. Entenda.

O Liberal

Ao longo do avanço da vacinação da 2° dose contra a covid-19 no Pará, muitas dúvidas vão surgindo sobre possíveis restrições de imunização em que foi convocado segundo o calendário de vacinação. O sol forte pela manhã e chuvas pela tarde são características do clima amazônico que podem favorecer o surgimento de sintomas gripais, que podem ser causados por variações climáticas. 

LEIA MAIS:
Sesma diz estranhar orientação do MS para terceira dose
Colégio Marista suspende aulas presenciais após surto de covid-19
Mais de 3 milhões ainda não tomaram a primeira dose da vacina contra a covid-19 no Pará

A recomendação do Ministério da Saúde é de que, no momento da vacinação contra a covid-19, o quadro de saúde esteja normalizado. Isto é, sem sintomas gripais, febre, coriza ou dores de cabeça. Caso ainda haja algum desses sintomas, é indicado que a aplicação da vacina seja adiada até a recuperação. Além disso, os sintomas da Influenza são similares aos primeiros sinais da covid-19 e por isso é necessário a melhora do quadro antes da aplicação do imunizante.

A médica infectologista Andréa Beltrão explica que, para não haver dúvidas e que os sintomas não sejam confundidos com possíveis efeitos adversos da vacina, é necessária a completa recuperação para uma imunização efetiva. À reportagem, a especialista esclareceu as principais dúvidas sobre a questão:

Pode tomar a vacina se estiver gripado ou com qualquer outro sintoma como febre ou tosse?

Não pode tomar a vacina quando apresentar sintomas respiratórios. Isso pode ser semelhante ao evento adverso e com isso atrapalhar no diagnóstico do evento.

Estou gripado, mas mesmo assim tomei a vacina da covid-19. O efeito da vacina será prejudicado? 

Sim, poderá ser prejudicado. Se você está gripada, significa que sua imunidade não está 100%. Entretanto, isso não significa que, necessariamente, ocorrerão maiores efeitos colaterais.

Quantos dias após um quadro gripal eu posso me vacinar contra a covid-19 e contra a influenza?

Quatro semanas para ambos. 

Qual é o intervalo entre a vacina contra a influenza e a vacina contra a covid-19?

14 dias

Vacina da gripe e da covid-19: qual tomar primeiro?

O mais indicado é iniciar pela vacina contra a covid-19, por conta das preocupações com a pandemia e por maiores registros de casos graves.

Quem teve a covid-19 pode tomar a vacina da gripe?

Sim, depois de quatro semanas.

Em que casos o mais aconselhado é adiar a segunda dose?

Quando a imunidade estiver comprometida, seja decorrente de um quadro respiratório ou outra situação que prejudique a formação de anti-corpos.

Até quanto tempo depois da data prevista de retorno é possível tomar a segunda dose sem que a imunização seja prejudicada?

A segunda dose é um reforço da primeira dose. Quanto mais próximo da data, melhor. No caso da Coronavac, que o intervalo é de um mês, não deve passar de três meses. E as outras (AstraZeneca e Pfizer) que o intervalo é de três meses, não ultrapassar seis meses.

(Karoline Caldeira, estagiária sob a supervisão de Ana Carolina Matos, de O Liberal)

Pará
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

RELACIONADAS EM PARÁ

MAIS LIDAS EM PARÁ