Emmanuel Tourinho é nomeado pelo governo federal como reitor reeleito da UFPA

Decisão de Jair Bolsonaro foi publicada esta terça-feira (13) no Diário Oficial da União

Redação integrada de O Liberal

O professor Emmanuel Zagury Tourinho foi reconduzido ao cargo de reitor da Universidade Federal do Pará (UFPA). A decisão, assinada pelo presidente da República, Jair Bolsonaro, foi publicada pelo Ministério da Educação (MEC) em edição do Diário Oficial da União (DOU) desta terça-feira (13).

Reprodução (DOU)

LEIA MAIS:
Professor Tadeu Oliver, decano da UFPA, assume reitoria
UFPA paralisa atividades para cobrar nomeação de reitor Emmanuel Tourinho, que foi reeleito

Tourinho afirma que indefinição de nomeação 'agride toda a comunidade' da UFPA
MPF protocola ação na Justiça para impedir nomeação à reitoria da UFPA fora da lista tríplice
OAB-PA publica nota onde repudia indefinição na nomeação de reitor da UFPA

UFPA aguardava definição da lista tríplice


O pressor e doutor Tadeu Oliver Gonçalves, decano - membro mais antigo em atividade - do Conselho Universitário da UFPA (Consun), havia assumido interinamente a gestão da UFPA no útimo domingo (11), até que o governo federal nomeasse um dos integrantes da lista tríplice das eleições para a reitoria. A situação de excepcionalidade foi necessária após o ex-reitor Emmanuel Tourinho e seu vice, Gilmar Pereira, terem deixado os cargos no dia 22 de setembro e no dia 10 de outubro.

A lista tríplice, após consulta eleitoral realizada pela comunidade acadêmica, foi aprovada ainda em junho pelo Consun, para o mandato do quadriênio 2020-2024. Emmanuel Tourinho e Gilmar Pereira foram reeleitos, encabeçando a lista. 

Decano, DCE e Adufpa: UFPA não admitiria interventor


O professor doutor Tadeu Oliver Gonçalves publicou vídeo, na manhã desta quarta-feira (14), comentando a nomeação do professor Emmanuel Tourinho e de Gilmar Pereira. “Conseguimos aquilo que nós mais almejávamos. A comunidade universitária foi respeitada. Acabou de sair a publicação da nomeação dos professores Emmanuel e Gilmar”, comemorou o decano do Conselho Universitário da UFPA.

Ele acrescentou: “Viva a universidade! Viva todos nos nós! Viva todos aqueles que compartilharam e brigaram pra que o nosso desejo, o desejo da comunidade universitária, da comunidade paraense, fosse respeitada por esse governo. Parabéns a todos nós por mais essa vitória. Mostramos que somos caboclos do Norte, que brigam pelos seus direitos e não aceitamos desrespeito para com a  nossa Universidade. Parabéns a todos nós e vamos comemorar isso de forma responsável. É uma vitória do povo paraense e não só da Universidade Federal do Pará”.  Veja:

“Conseguimos aquilo que nós mais almejávamos. A comunidade universitária foi respeitada. Viva a universidade! Viva todos nos nós! Mostramos que somos caboclos do Norte, que brigam pelos seus direitos e não aceitamos desrespeito para com a  nossa universidade. É uma vitória do povo paraense e não só da Universidade Federal do Pará", comemorou Tadeu Oliver, decano do Consun da UFPA

O Coordenador geral do Diretório Central dos Estudantes da UFPA, Tel Guajajara, também comemorou a nomeação: “Após muita mobilização e luta, o professor Emmanuel Tourinho foi reconduzido a mais quatro anos como reitor da UFPA. A nomeação, para nós, representa o que é mais significativo: a democracia. Nós fizemos grandes atos a favor da autonomia universitária, a favor da UFPA e sempre ecoamos que reitor eleito fosse reitor empossado, e que o governo pudesse reconhecer e respeitar a escolha da comunidade acadêmica", disse Tel Guajajara.

"Isso, pra gente, não é menor. Nós sabemos de todos os desafios que a Universidade passa nesse momento e ficar sem o gestor é muito ruim. Portanto, seguiremos na luta em defesa da Universidade, mas, sobretudo, em defesa de toda a educação. Viva a UFPA. Viva a autonomia universitária”, disse ainda o DCE.

“Após muita mobilização e luta, o professor Emmanuel Tourinho foi reconduzido a mais quatro anos como reitor da UFPA. A nomeação representa a democracia. Fizemos grandes atos a favor da autonomia universitária, a favor da UFPA. Viva a UFPA. Viva a autonomia universitária”, disse Tel Guajajara, coordenador do DCE da UFPA 

O diretor-geral da Associação dos Docentes da Universidade Federal do Pará (Adufpa), Gilberto Marques disse também na manhã desta quarta (14) que a nomeação do professor Emmanuel como reitor da UFPA é não apenas a confirmação de que o reitor eleito pela comunidade tem que ser o reitor empossado.

“É, antes de tudo, uma vitória da democracia, da luta em defesa da autonomia universitária e, antes de tudo, da mobilização”, afirmou. “Nós deixamos claro que não iríamos aceitar nenhum interventor na UFPA. Achamos que essa é uma vitória importante. Mas a autonomia da universidade ainda continua sendo atacada pelo governo Bolsonaro. E é por isso que vamos continuar em mobilização e luta".

“É uma vitória da democracia, da luta em defesa da autonomia universitária e, antes de tudo, da mobilização. Deixamos claro que não iríamos aceitar nenhum interventor na UFPA. Essa é uma vitória importante. Mas a autonomia da universidade ainda continua sendo atacada pelo governo Bolsonaro. Vamos continuar em mobilização e luta", avalia Gilberto Marques, diretor-geral da Adufpa 

Novo ato está marcado para esta quinta-feira


Para esta quinta-feira (15), às 8h30, entidades convocam um outro ato, no hall da reitoria da UFPA. "É para demarcar não só a nossa vitória política, mas, também, a continuidade da luta em defesa da universidade pública e da sua autonomia”, avaliou Gilberto Marques.

"O Conselho sempre apoiou [os processos eleitorais]. Nunca vimos uma união de forças como essa, para a luta contra um interventor. Essa universidade é nossa e precisa ser respeitada. Nós, incluindo indígenas e quilombolas, tivemos grandes avanços na gestão de Emmanuel Tourinho. E ele permanecer no cargo, após reeleito, é um respeito à nossa universidade e uma garantia às nossas conquistas. Se vier um interventor, haverá uma resposta à altura da garra de todo o povo paraense", também já havia declarado na manhã de ontem o professor decano do Consun Tadeu Oliver, em seu primeiro dia de expediente como interino na reitoria.

A data havia sido marcada por mais um ato realizado pela comunidade acadêmica da UFPA, cobrando a nomeação do novo reitor da instituição e o respeito à lista tríplice. Veja o ato de ontem:

 

 

Pará
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

MAIS LIDAS EM PARÁ