Acessar
Alterar Senha
Cadastro Novo

Presidente da Ucrânia pede mais sanções à Rússia para impedir o uso de armas químicas

Volodymyr Zelenskiy fez apelo ao Ocidente e quer que a Rússia seja impedida até mesmo de conversar sobre o uso dessas armas

O Liberal

Após relatos não confirmados sugerindo que a Rússia teria usado armas químicas na cidade portuária sitiada de Mariupol, nesta segunda-feira (11), o presidente da Ucrânia, Volodymyr Zelenskiy, pediu ao Ocidente que imponha fortes sanções a Moscou, para avitar até mesmo conversas sobre o uso dessas armas. A notícia foi divulgada pela Agência Brasil, com informações da agência de notícias Reuters.

VEJA MAIS

Rússia pode usar bomba de fósforo branco em novos ataques na região de Donbass e Mariupol; entenda
As bombas de fósforo branco são proibidas internacionalmente e podem levar a queimadura, corrosão dos ossos e ardência interna

Soldado da Rússia é preso após compartilhar vídeo estuprando bebê
Acredita-se que as imagens tenham sido gravadas durante o conflito com a Ucrânia

Rússia x Ucrânia: violação de direitos humanos é o legado de 46 dias de guerra
Professor de relações internacionais destaca os principais pontos de um mês e meio de guerra e fala sobre as perspectivas do conflito

Sem confirmar o uso de armas químicas em Mariupol, Zelenskiy diz que a Ucrânia trata o assunto “com a maior seriedade" e que o possível uso desse material pelos militares russos já foi discutido. “E já naquela época significava que era necessário reagir à agressão russa de forma muito mais dura e rápida”.

Com a saída das tropas russas dos arredores de Kiev, existe a expectativa de uma enorme ofensiva para o Leste da Ucrânia e a União Europeia não descarta mais sanções à Rússia.

"É hora de fazer esse pacote de forma que não ouçamos sequer palavras sobre armas de destruição em massa no lado russo", afirmou Zelenskiy. "Um embargo de petróleo contra a Rússia é uma obrigação. Qualquer novo pacote de sanções contra o país que não afete o petróleo será recebido em Moscou com um sorriso”, completou.

Mundo
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

RELACIONADAS EM MUNDO

MAIS LIDAS EM MUNDO