Navio brasileiro com 4,6 toneladas de cocaína é interceptado pela Marinha Francesa

A droga apreendida foi avaliada em cerca de R$ 824 milhões

Luciana Carvalho
fonte

A Europol, a polícia da União Europeia, informou nesta quarta-feira (07) que a Marinha francesa interceptou uma embarcação brasileira que transportava mais de 4,6 toneladas de cocaína avaliada em 150 milhões de euros (cerca de R$ 824 milhões). As informações são do G1 Nacional.

De acordo com a Europol, o barco foi interceptado no dia 30 de novembro e seguia em direção a Europa. Ainda de acordo com a Europol, a Polícia Federal do Brasil participou das investigações, junto da Polícia Nacional da França, da Agência Nacional de Crimes do Reino Unido e da DEA, a agência antidrogas dos Estados Unidos, além do Centro de Crimes Organizados da Europol.

VEJA MAIS

image Quatro pessoas são presas em 'barco do pó' em Santarém
Ação da Polícia Militar também resultou em dinheiro, celulares e drogas apreendidas

image Força-tarefa apreende mais de 25 quilos de drogas em embarcação no Marajó
No barco, foram encontrados 25 quilos de maconha do tipo skank, 10 pacotes de ecstasy, 13 caixas de incenso “wierook koning” e uma caixa de ursos de pelúcia sem documentação

image Polícia fecha 'fábrica de drogas' e apreende cocaína para refino em Parauapebas
Mais de 40 kg de diferentes tipos de entorpecentes, além de equipamentos para pesar e embalar as drogas, foram apreendidos

A Marinha francesa disse se tratar de uma barco pesqueiro de 68 pés, com cerca de 21 metros de comprimento. Até o momento, a Europol ainda não informou se os tripulantes eram brasileiros e para onde eles foram levados.

"Uma investigação está em andamento para identificar os grupos criminosos envolvidos em ambos os lados do Oceano Atlântico", disse a polícia da UE em nota.

(Luciana Carvalho, estagiária da Redação sob supervisão de Keila Ferreira, Coordenadora do Núcleo de Política)

Mundo
.
Ícone cancelar

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

RELACIONADAS EM MUNDO

MAIS LIDAS EM MUNDO