Mulher é diagnosticada com síndrome rara da ‘Boca Ardente’ após ‘formigamento na língua'

Não há cura para a Síndrome da Boca Ardente (SBA). Alyssa sofre com intensas dores e não consegue engolir alimentos

Amanda Martins

A jovem Alyssa, de 24 anos, tem utilizado o Tik Tok para compartilhar com a web como é viver com a síndrome rara chamada “Boca Ardente”. Ela sofre com dificuldade para engolir e passa mal ao se alimentar, além de ficar com a língua amarela de vez em quando. Apesar de ter ido a vários médicos, a assistente de produção afirma que a dor só piora ao longo do tempo.

VEJA MAIS

Bebê com síndrome rara faz sucesso na internet por ter cabelo arrepiado
A condição é registrada apenas em 100 pessoas ao redor do mundo e ocorre por conta de uma mutação genética que causa mudança na estrutura dos fios

Retinoblastoma, câncer raro que acomete crianças, requer diagnóstico precoce
Caso a doença seja tratada desde cedo, há grandes índices de cura. Mas, em casos severos, pode haver o risco de o paciente não ser salvo.

Influenciadora descobre que simples 'espinha' na testa era início de câncer raro
O carcinoma, às vezes, parecia imperceptível, o que dificultou o diagnóstico

Tudo começou quando Alyssa sentiu um formigamento na língua que rapidamente se espalhou para toda a boca, em 2019. A assistente foi hospitalizada ao sentir as bochechas e gengivas queimando, boca seca, dor nos dentes, pele descascando e sangrando

Alyssa contou aos seguidores que acreditava ter queimado a língua com algum alimento, porém, foi diagnosticada com a Síndrome da Boca Ardente (SBA). Não há cura para a doença, apenas enxaguantes bucais que tentam aliviar a dor, o que para a assistente parece não funcionar. 

No Tik Tok, ela revelou que, às vezes, chega a sonhar com a dor, mas amigos e familiares não a compreendem, acreditando que é “drama” da assistente. “Comecei a me sentir como se fosse um fardo. Me sinto incompreendida, mas só as pessoas com a síndrome sabem o que é. Minha qualidade de vida é baixa e não tenho tanta paciência quanto tinha no passado, e meus relacionamentos se tornaram incrivelmente complicados”, desabafou, em um vídeo. 

(*Estagiária Amanda Martins, sob supervisão da editora de OLiberal.com, Ana Carolina Matos)

Mundo
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

RELACIONADAS EM MUNDO

MAIS LIDAS EM MUNDO