Menino que havia desparecido por 52 dias estava em porão

Sequestrador acusado de pedofilia manteve criança de 7 anos em um compartimento subterrâneo

Redação Integrada com informações do Daily mail

Foram divulgadas imagens de vídeo mostrando o porão sombrio onde um menino de sete anos foi mantido como refém por um suspeito de pedofilia por 52 dias. Ele foi resgatado por autoridades russas após sequestrador ser identificado na deep web.

A criança estava voltando para casa quando foi sequestrada por Dmitry Kopylov, 26, que teria abusado sexualmente de sua vítima.

O menino foi resgatado e reunido com seus pais após uma denúncia da Interpol com base em inteligência do Ocidente.

As forças especiais russas cortaram uma porta de aço e quebraram uma janela para entrar no imóvel.

O menino sob efeito de “lavagem cerebral” “riu de alegria” quando eles entraram, mas depois chorou.

Kopylov foi capturado após alegadamente se gabar de ter prendido o menino em conversas entre pedófilos na deep web.

As últimas filmagens mostram o porão frio de teto baixo e paredes nuas onde o menino foi preso.

O porão subterrâneo, com uma cama estilo prisão e um aquecedor, tinha isolamento acústico sob a casa de Kopylov em Makarikha, região de Vladimir, a cerca de 185 milhas de Moscou.

Uma escotilha levou a um nível ainda mais baixo. O sequestrador morava no andar de cima.

Quando policiais fortemente armados invadiram o prédio, o suspeito estava sentado com o menino em um sofá.

As imagens mostram Kopylov detido por oficiais das forças especiais.

Lavagem cerebral

Ainda no buraco, o menino - nos braços de um policial russo à paisana - é ouvido repreendendo os policiais por quebrarem a janela quando invadiram.

O menino de sete anos disse: “Você não devia ter quebrado esta janela.”

O oficial disse-lhe que não se preocupasse, pois logo voltaria para a casa da mãe e do pai.

O policial disse: “Quer voltar aqui mais tarde? Bem, se você quiser voltar, volte. Do contrário, é claro, é melhor não fazer.”

Fontes disseram que o menino havia sofrido uma lavagem cerebral por seu sequestrador.

Uma grande busca envolvendo milhares de policiais, exército e voluntários procurou encontrar o menino.

Havia um medo de que ele tivesse sido morto - mas seus pais sempre mantiveram a esperança de que ele fosse encontrado vivo.

Mundo
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

RELACIONADAS EM MUNDO

MAIS LIDAS EM MUNDO