Incêndio em orfanato do Haiti mata 15 crianças

Tragédia teria ocorrido pela madrugada, enquanto as vítimas dormiam

Reuters

Um incêndio que se alastrou de madrugada em um orfanato do Haiti, administrado por um grupo cristão sem fins lucrativos do Estado norte-americano da Pensilvânia, causou a morte de 15 crianças, disseram autoridades haitianas nesta sexta-feira.

"Este foi um incidente muito trágico", disse Arielle Jeanty Villedrouin, diretora do Instituto para o Bem-Estar Social, à Reuters, afirmando que a prioridade agora é construir um novo lar para as crianças sobreviventes do Orfanato da Igreja de Entendimento da Bíblia dos arredores da capital Porto Príncipe.

"Nós os colocaremos em um centro de trânsito enquanto pesquisamos suas famílias e vemos se podem reaproximá-los de seus pais", disse ela.

A causa do incêndio não estava clara.

Muitas das crianças dos orfanatos da nação mais pobre das Américas têm pais vivos que renunciam a elas por serem pobres demais para criá-las.

Uma mulher que atendeu o telefone da Igreja de Entendimento da Bíblia e foi solicitada a comentar disse: "Divulgaremos quando for adequado."

Ela não se identificou e desligou sem dizer mais nada.

O grupo diz em seu site que abriu seu primeiro orfanato no Haiti quase 40 anos atrás, e informa que seu objetivo principal é "difundir o Evangelho a toda e qualquer pessoa que queira recebê-lo".

Villedrouin disse que o orfanato não tinha autorização do Estado para funcionar. Só 35 dos 754 orfanatos haitianos são autorizados oficialmente, e o governo fechou cerca de 160 nos últimos cinco anos.

Não houve resposta imediata a uma mensagem de voz deixada pela Reuters no número listado do Orfanato da Igreja de Entendimento da Bíblia no escritório de Scranton, na Pensilvânia, pedindo comentários.

Mundo
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!