Acessar
Alterar Senha
Cadastro Novo

Artemis I: Missão histórica de volta à lua é adiada por problemas técnicos

A agência informou que os engenheiros da agência estavam avaliando um problema com o hidrogênio líquido no motor de número 3 do megafoguete

Luciana Carvalho

foguete de 98 metros, batizado de Artemis I, do Sistema de Lançamento Espacial (SLS), estava programado para ser lançado na manhã desta segunda-feira, às 9h33 no horário de Brasília, do Centro Espacial Kennedy (KSC, na sigla em inglês) na Flórida. No entanto, a Nasa informou que o lançamento foi adiado por problermas no motor. O objetivo da missão é levar seres humanos de volta à Lua após a missão Apollo de 1972 e, eventualmente, à Marte. As informações são do portal G1.

Mais cedo, em uma rede social, a Nasa informou que os engenheiros da agência estavam avaliando um problema com o hidrogênio líquido no motor de número 3 do megafoguete, mas perto das 10h no horário de Brasília, uma transmissão oficial da Nasa confirmou que o lançamento seria adiado.  A expectativa é que lançamento ocorra agora na próxima sexta-feira (2) ou, se novos problemas acontecerem, no dia 5 de setembro.

VEJA MAIS

Nasa divulga imagens inéditas de Júpiter feitas por telescópio James Webb
O planeta gigante pôde e algumas de suas características podem ser vistos nas fotografias

Cientista paraense mirim terá pesquisa publicada em revista internacional americana
Isabelle Fernandes, de 10 anos, moradora de Belém, é fascinada por espaço sideral e realizou uma pesquisa com o tema “Fungos na Microgravidade”. A menina já contém títulos como Cientista Júnior pelo Inalc

Nasa apresenta novas imagens do Universo ‘nunca vistas antes’
Tecnologia agora usa infravermelho, consegue atravessar a poeira cósmica

Os hotéis ao redor de Cabo Canaveral estavam lotados e entre 100.000 e 200.000 espectadores são esperados para o lançamento. O relógio que indicava os minutos até o lançamento da missão ficou parado por cerca de 30 minutos para uma avaliação de problemas técnicos.

O enorme foguete laranja e branco está estacionado no Complexo de Lançamento 39B do KSC há uma semana. "Desde que foi posicionado na plataforma na semana passada, você pode sentir a emoção, a energia", diz Janet Petro, diretora do KSC.

A finalidade do voo  é testar o sistema SLS e a cápsula da tripulação Orion localizada no nariz do foguete. Bonecos equipados com sensores tomarão os lugares dos membros da tripulação e registrarão os níveis de aceleração, vibração e radiação.

Além disso, câmeras irão capturar todos os momentos da jornada de 42 dias e uma "selfie" da espaçonave será feita com a Lua e a Terra ao fundo. Em 2025, a agência planeja pousar a primeira mulher e a primeira pessoa negra na Lua.

(Luciana Carvalho, estagiária da Redação sob supervisão de Keila Ferreira, Coordenadora do Núcleo de Política).

 

 

Mundo
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

RELACIONADAS EM MUNDO

MAIS LIDAS EM MUNDO