Acessar
Alterar Senha
Cadastro Novo

Após dança com brasileira, músicos egípcios são condenados por ‘violar valores familiares’

Hamo Beeka e Omar Kamal aparecem dançando com Lurdiana Tejas

O Liberal

Dois músicos egípcios foram condenados por um tribunal do país após a divulgação de um vídeo em que eles aparecem com a dançarina do ventre brasileira Lurdiana Tejas. A pena imposta foi de um ano de prisão ou pagamento de multa de 10 mil libras egípcias, cerca de R$ 2,7 mil. As informações são do jornal O Estado de Minas.

VEJA MAIS

Treinador tem infarto e morre após ver time empatar partida no último minuto no Egito
O treinador Adham Al-Selehdar, do Al-Majd Al-Iskandari, foi atendido em campo, mas não sobreviveu

Médico detido no Egito volta ao Brasil, pede desculpas e critica reação das redes
Sorrentino comparou o julgamento da web à Inquisição e ao Tribunal de Nuremberg, que julgou os nazistas após o fim da Segunda Guerra Mundial

Médico preso por assédio no Egito publica 'pedido de desculpas' ao lado da vítima
Vendedora respondeu dizendo que aceita as desculpas do médico brasileiro

Para o tribunal, Hamo Beeka e Omar Kamal "violaram os valores familiares". A gravação que resultou na decisão da Justiça foi feita em 2020 e compartilhada no Youtube.

A BBC informou que a condenação faz parte de um movimento de repressão ao estilo de música eletrônica que tem crescido no país, chamado mahraganat. Vários cantores de mahraganat foram proibidos pelo Sindicato dos Músicos de se apresentar. O estilo ficou conhecido no mundo depois de algumas músicas terem sido usadas na série da Marvel Cavaleiro da Lua.

"As autoridades egípcias não devem processar músicos apenas por sua expressão artística. As restrições mal definidas usadas para condenar esses homens devem ser revogadas", declarou, em um comunicado, Joe Stork, vice-diretor do Oriente Médio e Norte da África da ONG Human Rights Watch.

Mundo
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

RELACIONADAS EM MUNDO

MAIS LIDAS EM MUNDO