Acessar
Alterar Senha
Cadastro Novo

EU REPÓRTER

Clique aqui e mande sua história ou denúncia e ela poderá ser transformada em notícia. Aqui é Jornalismo Colaborativo!

Calçada obstruída atrapalha pedestres na Mário Covas

Moradores denunciam que o funcionamento de um lava a jato na calçada está dificultando a locomoção e pedestres correm risco de sofrer acidentes

Vitória Reimão

Moaradores do bairro do Coqueiro, em Belém, estão enfrentando transtornos devido a um lava-jato que funciona na rodovia Mário Covas, próximo a um posto de gasolina. Nesta terça-feira (16), a equipe do Eu Repórter recebeu a denúncia de que um estabelecimento que oferece o serviço de lavagem e limpeza de veículos estaria ocupando a área da calçada, forçando os pedestres a caminharem pelo meio da pista, sob risco de sofrer acidentes.

De acordo com a denúncia anônima, esse problema é diários. “Eles não têm a consideração de parar a lavagem do carro para os que estão passando, e ainda molham os pedestres. É muita falta de respeito, principalmente com os idosos e as crianças que passam ali”. 

Com a calçada ocupada, muitos recorrem a mesma solução: atravessar no meio da pista. “Já ocorreram acidentes no local por conta do uso de produtos de como sabão, que eles utilizam e que deixam a área escorregadia”, afirmou. 

Calçada obstruída é problema crônico em Belém
Irregularidades atrapalham a locomoção de pedestres, que, às vezes, se arriscam no meio-fio para desvio de obstáculos

Carros na calçada dificultam a vida de pedestres
Infração é considerada grave e pode gerar multa de R$195 reais, mas fiscalizou foi reduzida em Belém por conta da pandemia

Natan Soares, proprietário do estabelecimento, disse que a ocupação da calçada ocorre apenas aos finais de semana. Ele afirma que sempre deixa espaço para a passagem de transeuntes no local, além de organizar a fila dos carros que aguardam pela limpeza, evitando que fiquem estacionados de forma errada.

“Sempre procuramos colocar, na parte da nossa calçada, os veículos para dentro do nosso espaço. Fazemos isso justamente para não acontecer esses problemas. Dessa forma, ajeitamos os carros para que não ocupem a calçada”, argumentou.

Em nota, a Secretaria Municipal de Urbanismo (Seurb) informou que uma equipe do Código de Posturas será enviada ao local para avaliar a situação e tomar as providências cabíveis.

“O setor de Código de Posturas trabalha diariamente, fiscalizando obstruções e irregularidades nas calçadas. Para que após notificação, seja feita adequação de acordo com os padrões”, diz.

A Seurb acrescenta ainda que as denúncias sobre violação do Código de Posturas podem ser encaminhadas pelo número (91) 3039-3707, ou pelo contato de whatsapp (91) 98418-3491, no horário das 8h às 13h.

Também pode ser apresentada uma denúncia, por escrito, na sede do órgão, localizada na avenida Governador José Malcher, nº 1622, bairro de Nazaré. Para isso, é necessário ter o endereço correto do local para fiscalização.

(*Vitória Reimão, estagiária, sob supervisão de Mariana Azevedo)

Eu Repórter
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

ÚLTIMAS NOTÍCIAS