ASSISTA: Remo sai na frente, mas sofre a virada e perde para o Ypiranga no quadrangular da Série C

Jogo foi válido pela quarta rodada do quadrangular final do Brasileirão

Nilson Cortinhas

O Remo perdeu para o Ypiranga por 2 a 1, no estádio Olímpico Colosso da Lagoa, em Erechim (RS), em partida válida pela quarta rodada do quadrangular final da Série C. Os gols da partida foram anotados por Lucas Siqueira (Remo), além de Luís Eduardo e Cristiano (Ypiranga).

ASSISTA:

Com o resultado, o grupo D da Série C ficou embolado, sendo que todos seguem com chances de acesso. A liderança segue com o Remo (7 pontos), seguido pelo Paysandu (6 pontos), Londrina-SC (4 pontos) e Ypiranga-RS (3 pontos) - a rodada será complementada nesta segunda-feira (04) com o jogo entre Londrina e Paysandu, no estádio do Café. 

Acompanhe o lance a lance 

Resumo

O Leão não estava numa noite inspirada. Longe disso. Tentou competir, porém, faltou mais qualidade e até estratégia. O triunfo do Ypiranga acabou sendo justo, se analisarmos o contexto geral da partida em que os donos da casa foram superiores na maior parte do jogo.  

Primeiro Tempo 

O Remo teve apenas um mérito ofensivo - além é claro do posicionamento defensivo. O lance azulino bem-sucedido foi rápido: aos cinco minutos, o lateral-esquerdo Marlon colocou na área e Lucas Siqueira foi perfeito ao finalizar. Um golaço! 

Lucas Siqueira fez o gol azulino em Erechim (Samara Miranda/Ascom Remo)

A vantagem no placar deu ao Leão, quase que intuitivamente, uma prioridade defensiva. O Remo, com muitos gritos de Paulo Bonamigo, recuou e ficou com duas linhas no campo de defesa, preparado para o contra-ataque. Faltou, entretanto, o passe decisivo. Gedoz não se encaixou no jogo. 

Nesse cenário, desesperado lutando contra a eliminação, o Ypiranga conseguiu tomar conta do jogo. Teve posse de bola e insistiu, explorando os jogos pelas duas laterais. Exagerou em bolas aéreas e a zaga do Remo foi tirando uma a uma. O rebote, no entanto, não complementava a estratégia azulina. Ficou perigoso.  

Até que o Canarinho assustou definitivamente. Um minuto antes do gol, um lance 'agudo'. Neto Pessoa finalizou, explodiu na zaga e Tarik isolou. Aos 35, porém, não teve jeito. Cruzamento na primeira trave e o zagueiro Luís Eduardo subiu, com liberdade, e igualou o placar.     

Segundo Tempo

A etapa final começou com o anfitrião impondo seu ritmo de jogo. Até em função da necessidade de vitória em casa. Antes do relógio apontar um minuto, Caprini caiu na área em lance polêmico com o zagueiro azulino Alemão. As imagens da TV, contudo, não mostraram pênalti. A pressão seguiu. Aos seis, Zé Neto perdeu um gol claro, dentro da área. O sistema defensivo do Remo já não dava tanta resposta e era envolvido pelo rival.   

Bonamigo precisava mexer. Optou pela saída de Gedoz e Tcharlles, ambos sumidos, para as entradas de Eduardo Ramos e Dioguinho, respectivamente. A ideia era prender mais a bola no setor de meio-campo e dar um gás para o ataque. Inicialmente, deu certo. Eduardo e Dioguinho, auxiliados por Hélio e Salatiel, extremamente participativos, conseguiram recolocar o Remo no jogo ofensivo. Sem momentos claros de gol, contudo.

Na sequência, foi a vez de Celso Teixeira promover alterações, uma delas, foi a opção pelo centroavante grandalhão Cristiano, responsável por bons momentos do Canarinho. Aos 29, Jean Silva tentou assistência em profundidade, a bola resvalou em Mimica e sobrou, de forma perfeita, para Cristiano. Ele finalizou forte em cima, e não deu chances de defesa para Vinícius. 2 a 1. 

Sem tempo a perder, Bonamigo pôs o atacante Wallace na vaga do volante Charles. A postura foi ofensiva nos minutos finais. Lucas Siqueira quase empatou aos 36 minutos em lance de bola área. No entanto, os paraenses não tiveram mais chances de gol.    

Remo perdeu jogo e o Ypiranga ressurgiu no grupo D da Série C (Samara Miranda)

LEIA MAIS:

Vinícius fala em ‘cabeça fria’ após derrota para o Ypiranga: “Duas decisões em Belém'

Derrota para o Ypiranga frustra técnico do Remo que reclama: 'Não podemos tomar gol de bola parada'

 

Ficha Técnica 

Ypiranga-RS: Deivity, Muriel, Reinaldo, Luís Eduardo e Zé Mário (Assis); Tárik, Jean Silva (Revson) e Clayton; Neto Pessoa (Leilson), Mossoró e Caprini (Cristiano). Técnico: Celso Teixeira

Remo: Vinícius, Ricardo Luz, Mimica, Gilberto Alemão e Marlon; Lucas Siqueira, Charles (Wallace) e Felipe Gedoz (Eduardo Ramos); Tcharlles (Dioguinho), Hélio Borges (Augusto) e Salatiel. Técnico: Paulo Bonamigo

Local: Olímpico Colosso da Lagoa, em Erechim (RS)

Árbitro: Vinícius Furlan (SP)

Assistentes: Evandro de Melo Lima (SP) e Luiz Alberto Andrini Nogueira (SP)

Quarto árbitro: Anderson da Silveira Farias (RS)

Gols: Lucas Siqueira (5 minutos do primeiro tempo); Luís Eduardo (35 minutos do primeiro tempo)

Cartão amarelo: Alemão (R)

 

Remo
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

ÚLTIMAS EM REMO

MAIS LIDAS EM ESPORTES