Acessar
Alterar Senha
Cadastro Novo

Após prisão por atraso em pensão alimentícia, meia do Remo já está em Belém; saiba mais

Erick Flores acabou preso na cidade de Erechim, às vésperas da partida contra o Ypiranga, por atraso no pagamento de pensão alimentícia

Luiz Guilherme Ramos

Depois de se envolver num triste episódio que resultou na prisão pelo atraso no pagamento de pensão alimentícia, o meia Erick Flores já desembarcou em Belém para ser reintegrado ao restante do elenco. O retorno se deu após um acordo com a justiça, para que o atleta volte aos treinos e jogos pela Série C. 

Whatsapp: saiba tudo sobre Remo. Recêêêba!

De acordo com o clube, Erick já foi reintegrado ao elenco e deve participar normalmente das atividades. Segundo a advogada do atleta, Fernanda Smarrito, "Não houve acordo entre as partes. Foi necessário pedir à justiça a liberação do jogador para treinamentos e jogos", disse. A dívida do atleta acumulada com a justiça soma cerca de R$ 250 mil. 

Na época do ocorrido, o departamento jurídico do Remo chegou a anunciar que acompanharia os desdobramentos do caso, à espera de um acordo entre o jogador e a mãe do filho dele.

“Estamos monitorando essa situação com um advogado do Erick. É um processo antigo, antes mesmo dele ser vir para o Remo, mas não temos ciência exata cos termos da ação e questões de valores. Estamos aguardamos uma resolução, a notícias que nós temos é que está sendo conversado para tentar uma composição de acordo entre Erick e a mãe da criança, que não mora no Brasil”, disse o advogado Pietro Alves.

SAIBA MAIS

Remo: Preso por não pagar pensão, Erick Flores é solto e volta a Belém
Jogador deve voltar a treinar com o restante do elenco do Leão Azul nesta segunda-feira (30)


Caso Erick Flores: advogado aponta que Remo 'não poderá rescindir' o contrato do meia
Jogador está detido desde segunda-feira (22), em Erechim (RS), por causa da dívida por pensão alimentícia; valores chegam a R$ 250 mil


Pensão alimentícia: relembre alguns atletas de Remo e Paysandu presos por atraso no pagamento
A prisão do meia Erick Flores mostra um lado desconhecido que ocorre fora das quatro linhas, chegando, por vezes, a atitudes extremas que levam muitos jogadores à prisão por não honrarem os custos da paternidade

Entenda o caso

Erick Flores teve a prisão decretada pela 3ª Vara da Família do Foro Regional de Jacarepaguá (RJ). Esta é a segunda vez em que o atleta é detido pelo não pagamento da pensão. A primeira ocorreu em 2020, quando defendia a equipe do Volta Redonda-RJ. Na ocasião, um acordo foi feito e o jogador foi liberado.

Enquanto esteve preso, o Remo prestou apoio à atual esposa do jogador e ao filho mais novo, que vivem com Erick em Belém. O meia chegou ao clube em 2021. Com a camisa azulina, Erick Flores realizou 45 partidas pelo Leão, marcou seis gols e conquistou os títulos da Copa Verde 2021 e também do Campeonato Paraense 2022.

Remo
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

ÚLTIMAS EM REMO

MAIS LIDAS EM ESPORTES