Paysandu sai na frente, mas cede o empate ao Goiás e cai para a lanterna da Série B

A 'Lei do Ex' quase deu certo para os bicolores; Nicolas fez para o Papão, mas Breno Herculano melou a primeira vitória bicolor

Luiz Guilherme Ramos
fonte

O Paysandu fez o que pôde, mas novamente adiou a tão sonhada vitória na Série B. Nicolas marcou para os bicolores e Breno Herculano, na reta final de jogo, empatou a partida, decretando a igualdade no placar em 1 a 1. A vitória parcial deixava o time na 15ª posição, mas o empate no final do jogo acabou empurrando o time para a indigesta lanterna, com apenas três pontos. No próximo jogo o Paysandu encara o Amazonas, fora de casa. 

WhatsApp: saiba tudo sobre o Paysandu

O Paysandu começou a partida com intensidade. Aos 16, Juninho pegou a bola e foi pra cima da zaga, entrando na área pela direita. O meia foi até o fundo e fez o cruzamento rasteiro para Ruan Ribeiro, mas o goleiro Tadeu fez a defesa. Em seguida, o Papão ganhou escanteio, também pela direita. A finalização de Nicolas, no entanto, não chegou a incomodar a defesa do Esmeraldino.

A pressão bicolor foi tamanha que a aclamada "Lei do ex" foi invocada na Curuzu. Aos 19, Edílson, novamente no lado direito do ataque, avançou até a linha de fundo e levantou na área para o cabeceio certeiro de Nicolas, que desencantou contra o ex-clube e abriu o placar em favor do Paysandu, para o delírio da Fiel Bicolor. O bom momento da equipe se prolongou por boa parte da primeira etapa, aproveitando a brecha aberta na lateral esquerda do Goiás, que passou a jogar retrancado, com medo do segundo. 

Paysandu x Goiás

As entradas do Goiás pouco atingiam a defesa bicolor. Aos 30, Paulo Baya forçou a entrada na área e foi interceptado por Quintana, conseguindo um escanteio que acabou perdido. Taticamente, a formação bicolor no primeiro tempo envolveu o adversário por completo, sobretudo no meio-campo, onde Juninho foi o grande destaque, atuando em velocidade para abastecer os companheiros de ataque. A melhor chance do Goiás veio aos 38, em cruzamento na grande área e arremate de Welliton Matheus, mas a bola ficou na defesa. 

Aos 46, já nos acréscimos, o Paysandu sofreu uma baixa com a expulsão de Edílson, após entrar de carrinho Rafael Gava. O jogador reclamou, mas acabou saindo cedo do gramado de jogo, ao tempo em que o árbitro encerrou a etapa inicial com a vantagem bicolor, sem o uso do VAR, dada a clareza do lance. Ao fim do primeiro tempo, uma breve confusão à beira do gramado causou um certo tumulto entre as comissões técnicas, enquanto a torcida vibrava, alguns atirando objetos no gramado de jogo. 

VEJA MAIS

image Curuzu: Paysandu inaugura espaço exclusivo para crianças com Transtorno do Espectro Autista (TEA)
A novidade será foi entregue na noite desta quarta-feira (15), por ocasião da partida contra o Goiás, pela 5ª rodada da Série B

image VÍDEO: Narrador da Globo diz que a torcida do Paysandu foi a que mais o surpreendeu na carreira
Vídeo do narrador esportivo Luís Roberto ganhou os corações dos torcedores do Paysandu. Narrador eternizou a conquista da Copa dos Campeões pelo clube paraense em 2002

2º Tempo

Para a etapa final, Hélio dos Anjos mexeu na equipe, tirando Esli Garcia para a estreia do lateral-direito Léo Pereira, fechando o espaço proveniente da expulsão de Edílson. Já o Goiás fez duas mudanças. A primeira boa chance foi do Goiás, logo aos sete minutos, após cobrança de falta que passou bem perto da trave bicolor. Logo depois, Paulo Baya aproveitou o passe errado de Léo Pereira, dando de presente o contra-ataque que resultou num chute perigoso.

A pressão do Esmeraldino continuou até que o Goiás também teve jogador expulso, aos 25. Rafael Gava levou vermelho após falta desleal em Gabriel Santos. Assim, a partida voltou à igualdade numérica, aumentando a pressão nas arquibancadas para o segundo do Papão. A última mudança no Paysandu foi com a entrada de Vinícius Leite no lugar de Nícolas. Pouco tempo depois, o Goiás forçou novamente a chegada na área, e em bola levantada na área bicolor, Halerrandrio dividiu com Matheus Nogueira e quase empata. 

A reação goiana deixou o clima em campo pesado. Com o time se lançando cada vez mais ao ataque, o Paysandu passou a ficar meio perdido em campo, abrindo brecha para um ataque fulminante pela esquerda. Aos 39, Breno Herculano aproveitou ataque de Juninho, driblando a marcação, e, livre, tocou no canto de Matheus Nogueira, empatando a partida para o desespero dos bicolores, que não tiveram forças para reagir e tiveram que amargar mais um jogo sem vitória, e, pior ainda, a queda para a lanterna da Série B. 

Ficha Técnica

Data: 15/05/2024
Hora: 21h30
Local: Curuzu
Árbitro: Matheus Delgado Candançan (SP)
Assistentes: Daniel Paulo Ziolli (SP) e Leandra Aires Cossette (SP)
Quarto árbitro: Djonaltan Costa de Araujo (PA)

Cartões Amarelos: Lucas Maia (Paysandu) Marcão, Rafael Gava (Goiás)
Cartões Vermelhos: Edílson (Paysandu) Rafael Gava (Goiás)

Paysandu: Matheus Nogueira; Edílson, Lucas Maia, Yeferson Quintana, Kevyn; Leandro Vilela (Wesley Fraga), João Vieira e Juninho (Jean Dias); Esli Garcia (Léo Pereira), Ruan Ribeiro (Gabriel Santos) e Nicolas (Vinícius Leite).
Técnico: Hélio dos Anjos

Goiás: Tadeu; Dieguinho, Lucas Ribeiro, Edson Felipe (Cristiano), Davi Braz; Sander (Juninho), Marcão (Breno Herculano), Rafael Gava; Yhiago Galhardo (Halerrandrio), Paulo Baya e Welliton Matheus (Luiz Henrique).
Técnico: Márcio Zanardi

Entre no nosso grupo de notícias no WhatsApp e Telegram 📱
Paysandu
.
Ícone cancelar

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

ÚLTIMAS EM PAYSANDU

MAIS LIDAS EM ESPORTES