Acessar
Alterar Senha
Cadastro Novo

Há 21 anos, Albertinho marcava duas vezes e Paysandu goleava o Remo no Baenão lotado; vídeo

Em 2001 o Paysandu acabou com o Leão Azul dentro do Baaenão com dois gols de Albertinho

Fábio Will

O clássico Re-Pa pelo Brasileiro da Série C ocorre no próximo domingo (3), às 17h, no Baenão, mas um outro derbi completa aniversário nesta semana. O primeiro jogo da final do Campeonato Paraense de 2001 completa hoje 21 anos e terminou com um “chocolate” de 4 a 0 do Paysandu em cima o Remo, dentro do Baenão lotado, que deu ao Papão uma ampla vantagem para a conquista do estadual.

VEJA MAIS

Eleições FPF: Presidente do Paysandu comenta eleições, reforços, bloqueios e venda de Pikachu; vídeo
Maurício Ettinger ressaltou que o atraso nas eleições prejudicou bastante a credibilidade do futebol paraense, além de ter citado a atual campanha do Paysandu na Série C

CBF define arbitragem do clássico entre Remo x Paysandu pela Série C do Brasileiro
Árbitro carioca e que é filiado à Federação Cearense de Futebol, Marcelo de Lima Henrique, comandará o clássico entre Remo x Paysandu

Após recusar base do Remo, Dioguinho joga pelo sub-23 do Paysandu no Brasileiro de Aspirantes
Além dele, o time bicolor conta com outros jogadores do elenco profissional e é o único representante do Pará na competição

A equipe de O Liberal conversou com o ex-atacante e ídolo do Paysandu, Albertinho, que deixou a sua marca duas vezes diante do Remo ao lado de Gino e André Duarte e deixou seu nome marcado na história do clássico. O jogador relembrou a partida e da atmosfera das duas torcidas no Baenão lotado.

“O Mangueirão estava interditado e os jogos foram na Curuzu e no Baenão. Eu nunca tinha jogado um clássico no Baenão e estava curioso para saber como seria, na época as duas torcidas estavam no estádio e atmosfera grande. A nossa torcida nos ajudou bastante e tive a felicidade de marcar dois gols nesse jogo, fazer gol em Re-Pa você fica marcado, ainda mais dentro da casa do Remo. Foi muito especial, a festa foi muito bonita, fiz parte dessa história e me sinto muito honrado”, disse, Albertinho.

Assista aos gols da goleada do Papão

Aos 42 anos e hoje com uma carreira de auxiliar técnico, Albertinho, sempre que pode, acompanha o Paysandu nos jogos da Curuzu. O ex-jogador avaliou as posições dos clubes, times e momentos da dupla Re-Pa, mas torce para que o Papão saia do Baenão com os três pontos na tabela.

“Infelizmente os dois estão na Série C. Os dois não mereciam estar nessa divisão, o Paysandu mais confortável na vice-liderança e fui em alguns jogos do clube na Curuzu. O Paysandu é um time bastante compacto e organizado, está fazendo um bom campeonato. Já o Remo está com dificuldade de entrosamento, saída de treinador, acredito em um jogo bastante disputado, mas não existe favorito, um está bem e outro nem tanto, mas no final prevalece é a vontade, respeito à camisa e mas espero que o Paysandu ganhe, que faça um bom jogo e que melhore mais ainda a sua situação na competição”, finalizou.

Paysandu
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

ÚLTIMAS EM PAYSANDU

MAIS LIDAS EM ESPORTES