Acessar
Alterar Senha
Cadastro Novo

Defesa do Paysandu quer evitar erros que custaram 11 gols em três partidas; entenda

Uma das opções do técnico Márcio Fernandes é o zagueiro Heverton, que entrou contra o Tapajós e ajudou a interromper sequência amarga de gols sofridos no Parazão e Copa do Brasil

Luiz Guilherme Ramos

Nos últimos quatro jogos, o Paysandu sofreu 11 gols, fato que não havia acontecido durante todo o Campeonato Paraense e despertou na comissão técnica um sinal de alerta, sobretudo pela reta final da disputa. O retrospecto pesado foi quebrado na partida de classificação à semifinal, onde os bicolores venceram o Tapajós por 1 a 0. Um dos responsáveis por segurar o ímpeto adversário foi o zagueiro Heverton, que pode ter novamente a missão de resguardar a defesa na reta final do Parazão.

VEJA MAIS

Adversário do Papão, Águia de Marabá possui no elenco ex-presidente e ídolos do Paysandu; veja a lista
Azulão x Papão duelam iniciam neste domingo (27) a disputa por uma vaga na final do Parazão 2022

Destaque do Águia, meia tem fratura confirmada e desfalca time contra o Paysandu; vídeo
Segundo fisioterapeuta do Azulão, jogador não deve retornar ao time neste estadual

Um dos fatores que dificultaram a vida dos bicolores, segundo ele, foi a falta de tempo para trabalhar. O jeito foi resolver na conversa. “Isso foi corrigido conversando bastante. Ultimamente tivemos pouco tempo para treinar, devido a sequência de jogos. Mas temos jogadores experientes na defesa e ataque. Então conversamos muito para amenizar esses erros que vêm acontecendo”, revela. 

Heverton vem lutando por um espaço no grupo e foi acionado pelo técnico Márcio Fernandes na última quarta-feira (23). Com o resultado favorável, o atleta espera manter o nível de jogo e ajudar o time a chegar na grande final. “Para quem veio ao Paysandu, independente de jogar ou não, está aí para ajudar. Temos um grupo forte, onde todos os jogadores são utilizados. E quando for chamado, vou correr, dar o máximo para ajudar o Paysandu”.

Paysandu faz promoção de camisas a R$ 50 e torcedores enfrentam grandes filas; veja
A torcida do Paysandu "abraçou" a campanha e filas grandes foram registradas em shoppings de Belém e também no Estádio da Curuzu

O próximo jogo do Papão será neste domingo (27), no estádio Zinho de Oliveira, em Marabá, contra o Águia. Novamente os bicolores dependerão de uma viagem cansativa, onde o foco mental no duelo, mais do que nunca, precisa ser mantido. “Seria bom jogar perto, mas fora a parte da viagem, não podemos usá-la como desculpa. Temos que ir, jogar o nosso melhor futebol e tentar trazer a classificação”, garante. 

Em relação ao adversário, Heverton diz que o time conta com o apoio fundamental do departamento de análises, que deve deixar os atletas antenados sobre os perigos do adversário. “Vamos acompanhando. Temos a análise de desempenho que nos ajuda, passa informações. Estamos trabalhando forte para não ter surpresas”, encerra. 

Paysandu
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

ÚLTIMAS EM PAYSANDU

MAIS LIDAS EM ESPORTES