Acessar
Alterar Senha
Cadastro Novo

Após falha na Série C, Márcio Fernandes banca saída de bola 'ousada' do Paysandu: 'é o meu estilo'

Em conversa com O Liberal, treinador minimiza erro de João Vieira contra o Vitória-BA e diz que toque de bola entre os defensores torna a equipe 'construtiva'. 

Caio Maia

A saída de bola do Paysandu tem chamado bastante atenção dos torcedores nos últimos jogos. No tiro de meta, ao invés do goleiro dar um chutão para o meio do campo, a equipe tem preferido trabalhar a bola entre os zagueiros com objetivo de construir jogadas desde o primeiro terço de campo. A estratégia, rotineiramente usada pelas equipes comandadas pelo treinador Márcio Fernandes, agradou a Fiel no início, mas passou a ser questionada.

Whatsapp: saiba tudo sobre o Paysandu. Recêêêba!

No último confronto do Papão na Série C, contra o Vitória-BA, em Salvador, o volante João Vieira, que fazia a saída de bola junto aos zagueiros, errou um passe que culminou no gol do triunfo do rubro-negro baiano. Em entrevista ao Núcleo de Esportes de O Liberal, Márcio Fernandes disse que, apesar da falha, não vai abrir mão de ter uma equipe "construtiva" em todos os momentos do jogo.

VEJA MAIS

Com cinco mudanças, Márcio Fernandes esboça time titular do Paysandu para partida da Série C
Entre os prováveis jogadores que devem começar jogando, está o atacante Dalberto, recém-contratado pelo Bicola e que foi regularizado nesta semana.

Lucas Costa não treina com elenco do Paysandu e é dúvida para partida contra o Figueirense-SC
O jogador se recupera de uma lesão no joelho e não entra em campo faz duas rodadas. 

"A saída de bola de trás é algo que sempre fazemos. Claro que em algumas partidas a gente muda o funcionamento da saída, senão fica muito decorado e os adversários conseguem marcar. Sempre foi um estilo meu começar a jogar de trás. Trabalho com equipes construtivas e não reativas", disse.

De acordo com Fernandes, os problemas defensivos do Paysandu na última partida podem ser atribuídos aos vários desfalques na equipe. Segundo o treinador, para suprir a ausência de jogadores importantes no setor - como Genilson e Mikael - ele lançou mão de João Vieira, que costuma jogar mais avançado. Mesmo com o erro do jogador, Márcio avaliou como "positiva" a partida do volante alviceleste.

"No jogo passado utilizamos o João Vieira entre os zagueiros e, ao meu ver, ele fez uma boa partida. Mas erros acontecem e ele errou um passe que originou o gol do adversário. Temos que ter tranquilidade pra analisar a condição de cada jogador, pra que possamos tirar o melhor de cada um", explicou.

Sobre desfalques, Márcio terá que lidar com mais um na próxima partida, contra o Figueirense, em casa, pela 16ª rodada da Série C. Patrick Brey, titular absoluto da lateral esquerda, está suspenso e ficará de fora do jogo. Para a posição, Fernandes já avisou que João Paulo será o substituto e disse que ambos os atletas são "equilibrados".

Patrick Brey volta a treinar com elenco do Paysandu após sair lesionado de partida da Série C
Atleta foi substituído no intervalo de duelo contra o Vitória-BA após sentir dores musculares. Jogador, no entanto, ficará de fora do próximo duelo do Papão por suspensão. 

"Quanto ao Patrick [Brey] é um jogador que sai num momento muito bom, ajudando a equipe na parte ofensiva e defensiva. A entrada do João [Paulo] é natural, já que vinha sendo titular no Parazão, mas saiu do time por contusão. Não vejo que ele tenha a parte defensiva pior que a do Patrick, mas falta pra ele ritmo de jogo. Agora ele vai retornar naturalmente", finalizou.

Paysandu
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

ÚLTIMAS EM PAYSANDU

MAIS LIDAS EM ESPORTES