Acessar
Alterar Senha
Cadastro Novo

Paraense conquista segundo lugar em competição paralímpica militar em São Paulo

Maycon Costa disputou com mais de 40 para atletas na modalidade tiro esportivo

Maiza Santos

O paraense Maycon Costa, fuzileiro naval reformado da Marinha do Brasil, ficou em segundo lugar no Torneio Bicentenário da Independência, ocorrido no último domingo (10). Disputando no tiro esportivo, ele concorreu contra mais de 40 outros atletas de todo o Brasil. Durante a programação, também ocorreram as disputas paralímpicas das Olimpíadas do Exército e o soldado Douglas Ferreira Soares, que representou o Comando Militar do Norte (CMN) na modalidade tiro com arco, conquistou o quinto lugar.

VEJA MAIS

Exército Brasileiro realiza a primeira modalidade paralímpica da história na Olimpíada Militar 2022
A nova categoria esportiva do evento busca melhorar a qualidade de vida e reabilitar militares que adquiriram deficiência enquanto serviam

Sessão solene comemora o Dia do Exército e o Bicentenário da Independência do Brasil na Alepa
A solenidade ocorreu no Auditório João Batista e reuniu diversas autoridades civis e militares

'Oportunidade exercer a cidadania', diz major do Exército sobre alistamento de jovens em Belém
O prazo para alistamento militar obrigatório a homens que completam 18 anos em 2022 termina no dia 30 de junho

Segundo Maycon, a  conquista na competição foi uma motivação a mais para buscar outros títulos na modalidade paralímpica e em eventos importantes.

“Tenho pouco tempo na modalidade e essa foi a minha segunda competição. Ter conquistado o segundo lugar no Torneio Bicentenário da Independência foi uma vitória importante para mim, pois me fez descobrir que tenho talento nesse esporte. Com bastante treino e perseverança posso alcançar o alto rendimento. Agora, estou focando em uma vaga nos Jogos Parapan-Americanos e futuramente em uma vaga nas Paraolimpíadas de 2024”, declara o atleta.

Por meio de uma parceria com o Comitê Paralímpico Brasileiro (CPB), as disputas do Torneio Bicentenário da Independência e das Olimpíadas do Exército 2022 ocorreram juntas na Escola Preparatória de Cadetes do Exército (EsPCEx), em Campinas (SP).

No Torneio Bicentenário da Independência, as disputas foram na modalidade tiro esportivo, para 58 militares e agentes de segurança pública com deficiências. E nas Olimpíadas do Exército, cerca de 16 militares reformados disputaram na modalidade de tiro com arco. Esses militares foram divididos em três categorias, de acordo com as deficiências físicas: Standing (ARST) - para ficar de pé, ARW1 - para mover o tronco e ARW2 - pouco movimento no tronco.

Paralimpiadas do Exército

(Estagiária Maiza Santos, sob supervisão do editor executivo de OLiberal.com, Carlos Fellip)

 

Esportes
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

ÚLTIMAS EM ESPORTES

MAIS LIDAS EM ESPORTES