Acessar
Alterar Senha
Cadastro Novo

Novo decreto estadual passa a permitir 100% de público nos estádios e ginásios do Pará

Determinação entra em vigor na próxima segunda-feira (6) e reduz restrições, mas aumenta vigilância do comprovante vacinal contra a covid-19

O Liberal

A partir da próxima segunda-feira está permitido que os estádios de futebol, ginásios e arenas esportivas passem a receber 100% de público. A informação foi confirmada pelo Governo do Estado no início da tarde desta sexta-feira (3), em entrevista coletiva com o governador Helder Barbalho e o procurador-geral do Estado, Ricardo Sefer. O novo decreto passa a vigorar no dia 6 de dezembro e tem como meta estimular a imunização da população, já que apenas pessoas com o ciclo vacinal completo passarão a poder frequentar os locais.

"O decreto 800, que era vigente até então e previa o sistema de bandeiramento, capacidade nos estabelecimentos, isso está sendo revogado a partir de segunda-feira pelo Governo do Estado e está sendo substituído por um novo decreto. Estamos encerrando a fase de limitação de pessoas em estabelecimentos, limitação de horários, venda de bebidas alcoólicas. Isso tudo está permitido, você ir ao local que quiser, o horário que quiser, independente de lotação. Passamos a ter apenas uma condicionante, que é a vacinação", explicou Sefer.

Veja mais

Helder anuncia novo decreto contra a covid-19; confira os principais pontos Meta é garantir a ampliação da cobertura vacinal dos paraenses, diz o governo do Pará

Todos os estabelecimentos do Pará serão obrigados a exigir comprovante de vacinação Anúncio foi feito pelo governador Helder Barbalho. Caso seja flagrado alguém não vacinado, haverá sanções ao cliente e ao estabelecimento

No entanto, haverá maior rigor na cobrança da carteira de vacinação.

"Esses locais vão passar a ter que cobrar, na sua entrada, o comprovante da vacinação em duas doses, para que possam frequentar shows, casas noturnas, boates, cinemas, teatros, clubes, bares, restaurantes, academias de ginásticas, todos os equipamentos turísticas do estado, assim como a realização de eventos esportivos, jogos de futebol, sejam eles amadores ou profissionais, para tudo isso os promotores dos eventos, proprietários desses locais, vão ter que cobrar o comprovante de vacinação para as pessoas terem acesso. [...] Lembrando que não haverá qualquer tipo de limitação de quantidade de pessoas. Os estabelecimentos podem funcionar com 100% de sua capacidade, mas as pessoas precisam estar vacinadas", completou.

Comprovante de vacinação se torna obrigatório para todos os eventos no Pará Eventos em casas noturnas e outros podem chegar à capacidade máxima, mas acesso só será aberto a quem comprovar vacinação

Para casos excepcionais, de pessoas que não puderam ainda completar o ciclo vacinal (duas doses das vacinas Coronavac, Pfizer ou Astrazeneca ou dose única da Jansen), só será permitida a presença nos eventos com teste RT-PCR realizado há, no máximo, 48h.

"As pessoas que não se vacinaram por recomendação médica e que portam laudo médico justificando a impossibilidade de se vacinar, vão poder ter acesso a esses locais somente se realizarem um teste negativo de RT-PCR nas últimas 48h. Na prática, a pessoa vai ter que fazer um PCR de dois em dois dias para poder frequentar todos esses locais que eu citei anteriormente", concluiu o procurador-geral do Pará.

O que muda?

Até então, os jogos de futebol em todo o estado só podem ser realizados com metade da capacidade dos estádios, ou seja, 50% do público. Desde a semana passada Remo e Paysandu já buscaram a abertura total para seus jogos em Baenão e Curuzu, respectivamente.

Presidente do Remo diz que aguarda resposta da prefeitura sobre ampliação do público dos estádios Em entrevista ao O Liberal, Fábio Bentes pede "bom senso" na decisão sobre o aumento da capacidade nos estádios.

Diretor do Remo busca liberação de bebidas e 100% do público nos estádios: 'Fonte de renda' Dirson Medeiros vê falta de isonomia da Prefeitura ao haver festas lotadas e estádios com limitações

Na prática, para o clássico deste sábado (4), na casa azulina, ainda estará o vigor o Decreto que só permite a venda de até 6.600 ingressos, que é 50% da capacidade no Estádio do Baenão. Ainda que o Governo do Estado passe a autorizar estádios 100% cheios, cada cidade ainda precisa da autorização da respectiva Prefeitura Municipal para o aumento da capacidade de público.

Esportes
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

ÚLTIMAS EM ESPORTES

MAIS LIDAS EM ESPORTES