Acessar
Alterar Senha
Cadastro Novo

Paraense é o primeiro árbitro no ciclo olímpico da ginástica aeróbica; conheça Maurício Santos

Maurício Santos é técnico da Seleção Brasileira de Ginástica e foi habilitado como árbitro das competições internacionais da modalidade

Luiz Guilherme Ramos

A ginástica aeróbica do Pará ganhou uma promoção de peso no mundo do esporte, com a aprovação do ginasta, técnico da seleção brasileira e agora árbitro de gabarito internacional. Maurício Santos foi aprovado para o novo ciclo olímpico 2022-2024 e terá, a partir deste ano, a possibilidade de arbitrar competições internacionais na ginástica aeróbica, tais como os jogos mundiais e o campeonato mundial de ginástica aeróbica.

VEJA MAIS

Paraense conquista ouro inédito na Copa Pan-Americana de ginástica aeróbica
Competição ocorreu no México, entre os dias 8 e 14 deste mês

Equipe de ginástica aeróbica do Pará faz história no Campeonato Brasileiro
Nove atletas paraenses conquistaram medalhas para o estado neste fim de semana, em Sergipe

VÍDEO: Jovem da Vila da Barca é uma das promessas do Pará na ginástica
Incentivados pelas mães, os jovens estão prestes a participar pela primeira vez de um campeonato nacional da modalidade

De acordo com Maurício, a conquista alcançada pela ginástica do estado traz um salto qualitativo em um esporte que já tem o Pará e atende um alto nível de exigência. "A cada ciclo, todas os praticantes das modalidades da ginastica precisam estudar pra ter licença para arbitrar. É uma qualificação necessária para um novo ciclo olímpico que dura quatro anos", explica. 

Maurício conta ainda que a habilitação veio através de uma aprovação pela Federação Internacional de Ginástica. Ao final dos testes, a entidade emite um 'Brevet', uma espécie de licença que permite ao candidato arbitrar competições de nível internacional. No caso da ginástica aeróbica, ainda não há entrada nos jogos olímpicos, mas nas demais competições do calendário, Maurício poderá atuar como árbitro.

Maurício (D) com a delegação paraense no Brasileiro de Ginástica Aeróbica de 2021 (Divulgação)

Além da arbitragem, Maurício é técnico da Seleção Brasileira de Ginástica Aeróbica e pratica a modalidade há cerca de 15 anos. Ele conta que o Pará tem tido uma evolução significativa na modalidade e já desponta como grande celeiro de atletas. 

"Então, é a primeira vez que eu faço o internacional. Apesar de ser treinador da seleção brasileira e ter atletas, é a primeira vez que fiz o curso como árbitro. Temos cinco atletas paraenses que estão classificados para o Sul-Americano, Pan-Americano e para etapas da Copa do Mundo. Hoje, a ginástica aeróbica do Pará é referencia. Além de todas essas conquistas, eu também fui convocado pela Confederação Brasileira de Ginástica, a mesma que me qualificou como técnico, para ser membro do Comitê Nacional de Ginastica Aeróbica", revela. 

Referência no esporte

Maurício tem 30 anos e já atua como técnico e árbitro nas competições nacionais e mira, num futuro próximo, o Campeonato Mundial, programado para 2024. Até lá, ele espera proporcionar ao Pará uma representação à altura. "É uma conquista muito importante porque a gente batalha há muito tempo para elevar o Pará na ginástica. Não só como técnico, mas como árbitro, ver a ginastica aeróbica em destaque é muito importante, principalmente estando em Belém", encerra.

Hoje, o Pará tem cinco atletas qualificados para as competições nacionais e todos eles treinam no Centro Norte de Ginástica.

Mais Esportes
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

ÚLTIMAS EM MAIS ESPORTES

MAIS LIDAS EM ESPORTES